segunda-feira, 12 de novembro de 2018

O CAMINHO ESTREITO PARA O RELACIONAMENTO COM DEUS - DIA 5

pelo Rev. Robert John Cericola, Carroll, OH - EUA  

João 15: 1 (ESV) “Eu sou a verdadeira videira , e meu pai é o agricultor.

João 15: 5 (ESV) "Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma.

Ao longo do Novo Testamento (Nova Aliança) Jesus ensina o uso de objetos comuns como árvores, sementes, pedras, raízes e assim por diante, para transmitir suas mensagens. Em João capítulo 15, Jesus usa uma videira e um ramo (a videira e o ramo estão unidos e um não existe sem o outro) para representar um relacionamento de aliança.

Jesus começa apresentando-se como a videira e seu pai como o guardião da vinha que olha por cima dos galhos para garantir que eles estão produzindo frutos. No verso 5, Jesus declara que Ele é a videira a qual estamos ligados e que devemos permanecer ou viver na aliança com Jesus para produzir frutos.

Uma vinha extrai nutrientes do solo e usa os nutrientes para produzir ramos e frutos. Como ramos, devemos recorrer à força de Jesus para produzir o fruto em nossas vidas. Em nossa própria força, separado Dele, não podemos produzir o fruto que o Pai está procurando.

Houve uma série de trocas entre homem e Deus que ocorreram na cruz. Deixe-me mencionar apenas dois por enquanto. Jesus levou a nossa fraqueza e nos deu sua força, e ele levou o nosso pecado e nos deu a sua justiça. Quando entramos na Nova Aliança nosso pecado é perdoado e somos colocados alinhados com Deus e temos acesso através do Espírito Santo à natureza divina de Cristo (2Peter: 3-4).
Efésios 6:10 (AMP) 10 Em conclusão, seja forte no Senhor [seja fortalecido através de sua união com Ele]; tire sua força dele [aquela força que o Seu ilimitado pode prover]. Aqui somos encorajados a atrair a força de Jesus através do nosso relacionamento de aliança com Ele. Força vem em muitas formas; às vezes precisamos de fé, outras vezes podemos precisar de sabedoria, paciência ou amor, tudo o que está disponível para nós por causa de nossa união com Ele (aliança). Ser capaz de extrair nossa força de Cristo é uma parte das bênçãos da Nova Aliança.

Concluindo a meditação: 
Quais escrituras em João 15 identificam a bênção, a exigência e a conseqüência?

Nenhum comentário:

Postar um comentário