quarta-feira, 22 de maio de 2019

O CAMINHO ESTREITO PARA O RELACIONAMENTO COM DEUS - DIA 116

pelo Rev. Robert John Cericola, Carroll, OH - EUA

Meditação 116

A Lente do Amor

Filipenses 1:9-10 (AMP) E isto eu oro: para que o seu amor possa abunhar ainda mais e mais e estender-se ao seu pleno desenvolvimento em conhecimento e todo discernimento aguçado [para que seu amor possa se manifestar em maior profundidade de conhecimento e mais discernimento abrangente], Para que você aprenda a sentir o que é vital, e aprove e valorize o que é excelente e de valor real [reconhecendo o mais elevado e o melhor, e distinguindo as diferenças morais], e que você seja imaculado e puro e infalível e irrepreensível [para que com corações sinceros, certos e imaculados, você possa se aproximar] do dia de Cristo [não tropeçando nem fazendo com que outros tropeçam].

À medida que somos transformados interiormente na imagem de Jesus Cristo, o amor por Deus e os outros floresce, e nosso discernimento do que realmente importa na vida aumenta. A lente do amor coloca em foco a crueldade e a devastação do pecado, assim como o presente de salvação redentor, misericordioso, estendido a todos neste mundo sombrio e moribundo através do sacrifício de Jesus Cristo.

À medida que avançamos ao longo do Caminho Estreito, Cristo começa a revelar o coração do Pai para Seus filhos salvos e perdidos. O desejo do coração do Pai é moldar aqueles que receberam a salvação em verdadeiros filhos que O adoram, regulando suas vidas de acordo com Sua Palavra e usando suas vidas para atrair aqueles que estão presos nas teias de pecado a Ele.

Concluindo a meditação
Seu progresso em Cristo é revelado pela maneira como você vê os perdidos. Você vê aqueles que estão presos na teia do pecado precisando de salvação? A sua necessidade leva você a falar sobre Jesus Cristo? Se assim for, o processo de moldagem está progredindo em você. Se não, suas lentes precisam de mais limpeza, o que é realizado cedendo sua vida ao Seu mandamento de amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário