quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

O CAMINHO ESTREITO PARA O RELACIONAMENTO COM DEUS - DIA 38

pelo Rev. Robert John Cericola, Carroll, OH - EUA 


Dia 38

Contentamento

Filipenses 4:11 (AMP) Não estou dizendo isso porque esteja necessitado, porque já aprendi a contentar-me (satisfeito a ponto de não se perturbar ou inquieto) a toda e qualquer circunstância.

Paulo nasceu de novo e foi chamado para o ministério em 36 dC e dez anos depois (46 dC) foi levado ao terceiro céu, onde viu e ouviu coisas das quais não podia falar.

Em 60 dC, vinte e quatro anos depois de se converter, Paulo escreveu sobre sua experiência celestial em 2 Coríntios 12.

Em 64 DC, vinte e oito anos após sua conversão, Paulo diz aos filipenses que aprendeu a contentar-se, a ficar satisfeito, a não se preocupar (incomodar, irritar, ficar ansioso ou angustiado ou aborrecido) em todas as circunstâncias e situações que ele enfrentou.

Você consegue se imaginar espancado, drogado, naufragado e flutuando no oceano por uma noite e um dia? Você pode se imaginar contente enquanto experimenta os perigos, os riscos, as ameaças, a exposição à fome e o clima frio e quente que Paulo enfrentou em sua vida?

Em nosso mundo, as pessoas ficam irritadas, incomodadas e aborrecidas quando coisas simples como ter que esperar em um longo semáforo, ou quando tem que esperar em uma fila de supermercado que é muito lenta, ou quando um motorista nos corta no trânsito. Descontentamento em nossas sociedades tipo "tenho que fazer do meu jeito", é abundante e nos mantém mais preocupados com a esquerda e direita, então acabamos para acima e para baixo.

Estar contente é estar disposto a tomar nossa cruz de obediência e morrer para os nossos desejos egoístas, o que é o mesmo que morrer aos desejos da carne.

O princípio da Nova Aliança de trocar forças com Cristo é mencionado por Paulo em Romanos 8:13 (AMP), “Porque se você viver de acordo com os desejos da carne, certamente você morrerá. Mas, se viver pelo poder do [Santo] Espírito você estará [habitualmente] matando (extinguindo, amortecendo) as [más] ações provocadas pelo corpo; você [realmente e genuinamente] viverá para sempre.”

Paulo aprendeu a usar o poder de Cristo através do Espírito Santo para parar o descontentamento. Nós também podemos estar contentes em todas as situações, mas primeiro devemos aprender a atrair o poder do Espírito Santo para refrearmos as ações da carne.

Concluindo a meditação
Pense nas áreas de sua vida em que você está descontente e peça a Jesus para ensiná-lo a aplicar o Seu  poder que Ele disponibilizou para nós através do Espírito Santo afim de superarmos nossos desejos egoístas

Nenhum comentário:

Postar um comentário