quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

O CAMINHO ESTREITO PARA O RELACIONAMENTO COM DEUS - DIA 25

pelo Rev. Robert John Cericola, Carroll, OH - EUA 


Dia 25

Vivendo a caminhada do amor

Lucas 23:33-34 (NKJV) 33. Quando chegaram ao lugar chamado Calvário, ali o crucificaram com os criminosos, um à sua direita e o outro à sua esquerda. 34 Jesus disse: Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo". 

Pendurado na cruz, com aqueles que vieram morrer por tentá-lo a desobedecer ao Pai e sair da cruz, Jesus nos deu a chave para guardar o Mandamento de amar quando Ele disse: “Pai, perdoa-lhes, pois eles não sabem o que  estão fazendo. ”Quando fazemos como Ele, estamos imitando nosso Pai. Efésios 5: 1-.2 (AMP), Portanto, sejam imitadores de Deus [copie-o e siga Seu exemplo], como filhos bem-amados [imitem seu pai]. E andemos em amor, [estimando e alegrando uns com os outros] como Cristo nos amou e se entregou por nós, uma oferta morte e de sacrifício à Deus [por você, de modo que se tornou] uma doce fragrância. [Ezek. 20:41.]

Bonnie e eu estávamos hospedados em uma cidade perto de São Paulo, Brasil, aonde aprendemos a andar de trem, sempre cheio de passageiros, de manhã e à noite. Cedo uma manhã nós fomos corajosos bastante para fazermos um passeio de trem longo de trem para São Paulo para almoçar com um amigo e fazer um breve passeio turístico na cidade.

Por volta das quatro horas da tarde, cansados devido a caminhada que fizemos no passeio turístico,  nós voltamos para casa dentro do trem lotado. 

Dentro do trem nós fomos empurrados e esmagados pelas pessoas que  balançavam de um lado para outro devido o movimento do trem. Quando olhei ao redor, esperando encontrar um assento, notei uma mulher com várias sacolas grandes sentadas em um assento reservado para pessoas mais velhas. Quando o trem se aproximou da próxima parada, a senhora começou a pegar os pacotes para sair do trem e eu pensei comigo mesmo: "Vou pegar esse assento". O trem parou, as portas se abriram, a senhora se levantou e me empurrou para o lado enquanto se dirigia para a porta e antes que eu pudesse sentar um jovem acabou pegando o lugar no trem ,ou seja, sentou-se no meu lugar. Naquele momento, pensamentos e mais pensamentos de acusação invadiram a minha mente, pensando que aquele assento deveria ser meu. Eu realmente  estava me segurando para não falar, com a minha língua afiada, coisas para repreender aquele jovem por ter tomado um lugar reservado para pessoas mais velhas, quando o Espírito Santo disse: "você vai amá-lo agora, Robert?"

Concluindo a meditação
Você foi desafiado a romper a aliança  quando ficou cansado ao ver seus direitos sendo violados?

Nenhum comentário:

Postar um comentário