quarta-feira, 19 de abril de 2017

Tempo da Graça de Deus: FILME A CABANA - UM RETRATO DE UMA IGREJA DECADENTE E APÓSTATA!

Tempo da Graça de Deus: FILME A CABANA - UM RETRATO DE UMA IGREJA DECADENTE E APÓSTATA!

FILME A CABANA - UM RETRATO DE UMA IGREJA DECADENTE E APÓSTATA!

Já postei aqui no blog sobre o livro A Cabana. Interressados em saber minha opinião só buscá-la na chave localizar do blog.

Na semana passada e nesta, de forma mais intensa, tenho escutado nas rádios e igrejas, quase que como num puro frisson, acerca do filme A Cabana, incentivando que os evangélicos o assistam.

Fico abismado com isso, parece-me que quanto mais os crentes vão às igrejas, mais ficam dependentes das divagações da sã doutrina e da fé e menos da Palavra de Deus.

Assim como o livro, o filme retrata a trindade Divina de maneira humanizada, com incitações de idolatria ao próprio ser humano, além de ser difamatório contra o Espírito Santo, atitude que Jesus mesmo disse que não haveria perdão.

O autor do livro A Cabana caracteriza Deus como uma mulher negra chamada de "Papa", cujo Deus ninguém nunca O viu, não O conhecemos a não ser na figura revelada do seu filho Jesus Cristo, como nos é ensinado no livro de Hebreus 1:1-3. É no mínimo contraditório chamar uma mulher de Papa, mas agora com a moda transgender ou linhagem LGBTQI mnopqrs.... deve estar valendo. Então vamos nesse modismo mesmo, afinal a igreja de Cristo precisa abrir a mente e evoluir e esquecer o "radicalismo" bíblico que não é politicamente correto!

Ele, William Young, na sua novela "cristã" (perceba a contradição) também revela o Santo Espírito de Deus como uma frágil mulher de origem asiática com o nome Hindu, Sarayu, apregoando uma perigosa imagem do Espírito de Cristo, pois o Espírito de Deus é o Espírito do Seu Filho Unigênito, que de forma alguma tem dentro de si uma "mulher".

Como em todas as tendências da sociedade, e na igreja não é diferente, sempre tem a fileira dos retardados mentais que fazem o papel dos modistas "nada a ver"!

Eu, prefiro não me juntar à leva enorme de evangélicos que estão dando espaço para a Nova Era.

Agora, se o próprio "espírito santo mulherizado", amigo do autor, lhe revelar que está tudo certo, sabe o que (?), vá em frente e, a propósito, antes de sair de casa para ir ao cinema, aproveite e acenda uma vela para Maria mãe de Deus, porque quem sabe ela seja a única mulher de verdade velando por você.

sábado, 11 de março de 2017

A FALSA DOUTRINA DO ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULAÇÃO E A VOLTA DE JESUS CRISTO - Parte III


Este vídeo também pode ser encontrado no youtube https://youtu.be/wLUhtnnDg1E

Este vídeo discute o trecho de Mateus 24 quando Jesus usa a ilustração de que ele voltará em um momento que não sabemos, assim como age o ladrão, em um momento que o dono da casa não espera.

Prepare-se para a volta de Jesus Cristo, não haverá uma segunda oportunidade. Todos passaremos pela grande tribulação e depois virá o  julgamento eterno.

A FALSA DOUTRINA DO ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULAÇÃO E A VOLTA DE JESUS CRISTO - Parte II



Este vídeo também pode ser encontrado no youtube https://youtu.be/xTcpVwmN3Ng

O ensinamento sobre a segunda volta de Jesus Cristo é completamente anti-bíblica em aproximadamente 90% das igrejas evangélicas. Isso é um fato curioso, uma vez que os evangélicos menosprezam os cristãos católicos por não conhecerem as verdades bíblicas.

Esta é uma série de gravações acerca da segunda volta do Senhor Jesus Cristo quando ocorrerá o arrebatamento NADA SECRETO da Igreja dEle.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

A FALSA DOUTRINA DO ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULAÇÃO E A VOLTA DE JESUS CRISTO - Parte I



Este vídeo também pode ser encontrado no youtube https://www.youtube.com/watch?v=SKYrZsnHbVU

Os evangélicos têm sido ensinados erroneamente durante quase 1 século acerca do retorno do Senhor Jesus Cristo. Isso é algo que me deixa abismado e intrigado uma vez que o evento mais importante que acontecerá para os crentes em Jesus Cristo é a sua segunda vinda. 

Quem está ganhando quando as pessoas são ensinadas que haverá uma "segunda" oportunidade de se redimir, caso elas não sejam levadas no arrebatamento "SECRETO"?

Lamento informar que não existirá segunda oportunidade, pois a segunda vinda do Senhor Jesus Cristo é a sua volta final, quando levará consigo a sua igreja. E depois? Depois virá o julgamento eterno com morte ou vida eternas.

sábado, 28 de janeiro de 2017

GOD DOES NOT CHOOSE YOU BECAUSE OF YOUR PARENTS BUT FOR WHOM YOU ARE IN HIM

The biblical text is found in Judges 11.

After the death of Joshua, a period began where judges ruled the people of Israel. At that time, a boy named Jephthah was born who eventually grew up and became a true warrior. If it had not been for its origin, perhaps the history of his life would have gone unnoticed.

The bible does not tell us in what context it has grown, but it gives us a hint of how difficult it must have been in its childhood and how much bullying it must have suffered. This detail is found in Judges in the first verse of Judges 11: "... son of a prostitute ...".

His half-brothers expelled him because he was "different" by saying to him, "You do not belong here." Another translation says, "You shall not inherit our father's house, for you are the son of another woman." (verse 2). Like Jotham, Jephthah had to flee from his half-brothers and went to live in a land called Tobe, setting up a gang in that region.

Tobe was in the south of Bashan, south of the Sea of ​​Tibiríades, north of the lands of Manasseh on the east. Bashan in Hebrew means "light of the earth". We read about the wild cattle of Bashan with their rich pastures in Ezekiel 39:18 and Psalms 22:12; Its forests containing stout oaks in Isaiah 2:13, Ezekiel 27: 6 and Zechariah 11:2. We are reminded of the beauty of their plains in Amos 4:1 and Jeremiah 50:19. All the land beyond the Jordan was called Gilead, but out of the vast land given to Manasseh. Today this region belongs to Jordan, bordering on Syria.

The fact that Jephthah was the son of a prostitute, not knowing who his mother was, seems to me to be somewhat unnoticed. The prostitutes were despicable women among the people of Israel, even because the practice of prostitution was abominable among the people, according to Deuteronomy 23:18.

Once despicable men were joining Jephthah, we came to believe that he was the refuse of the human race, still more to live among men of levity as quoted in verse 3. And to our human eyes who would give a penny to this spurious Of Israel?

However, the story begins to mount a little differently when the elders of Gilead go after Jephthah to cry for help. The biblical text reads: "And they said to Jephthah, Come and be our leader, that we may fight against the children of Ammon" (verse 6).

Now if Jephthah represented the scum of the race, "product" of the intercourse between a man and a prostitute, they would not have gone after him to seek help. Yes, as opposed to the fact that he was the son of a prostitute, the first verse of this chapter 11 of Judges describes him: "Then was Jephthah the Gileadite, a mighty man ...".

Jephthah seems to have kept no grief because he accepts the request of the Gileadite elders imposing only one condition: to be their chief all. Of fugitive, the son of a prostitute, without inheritance in his father´s house (a father who had committed the sin of adulterating with a prostitute any of that city) happens to be the "general" of the Gileadites. We will see that he then becomes judge over all Israel. How awesome!

From verse 12 until the 28th we will realize that Jephthah knew very well the history of his ancestors, his people, the people of Israel. Read quietly imagining Jephthah as a Secretary of State, a scholar in the affairs of Israel: "And Jephthah sent messengers unto the king of the children of Ammon, saying, What is there between me and thee, that thou hast come to me to fight against my land? And the king of the children of Ammon said unto the messengers of Jephthah, Because Israel went out of Egypt, and took my land from Arnon even unto Jabbok, and even unto the Jordan: Restore me now in peace. And sent messengers to the king of the children of Ammon, saying, Thus saith Jephthah, Israel hath not taken the land of the Moabites, nor the land of the children of Ammon: for as Israel went up out of Egypt, and walked through the wilderness to the Red sea, And he came to Kadesh: and Israel sent messengers to the king of the Edomites, saying, I pray thee, let me pass through thy land: but the king of the Edomites hearkened not unto him: and he sent also unto the king of Moab, And he went into the wilderness, and surrounded the land of the Edomites, and the land of Moab: and he came from the east of the sun to the land of the Moabites, and lodged beyond Arnon. But he did not enter the border of the Moabites, for Arnon is the border of the Moabites. But Israel sent messengers to Sihon king of the Amorites king of Heshbon; And Israel said unto him, Let us, I pray thee, pass through thy land unto my place. But Sihon did not trust in Israel to pass within his bounds; And Sihon gathered all his people together, and pitched in Jasa, and fought against Israel. And the LORD God of Israel gave Sihon, and all his people, into the hand of Israel, which smote them; And Israel took for an inheritance all the land of the Amorites who dwelt in that region. And by inheritance they took all the borders of the Amorites, from Arnon to Jabbok, and from the wilderness even unto the Jordan. Thus the Lord God of Israel dispossessed the Amorites from before his people Israel; And would you possess them? Would you not possess what Chemosh your god would dispossess from before you? Thus shall we possess all that the Lord our God dispossess from before us. Now are you even better than Balak the son of Zippor, king of the Moabites? Has he at once contended with Israel, or fought against him? And Israel dwelt three hundred years in Heshbon, and in their villages, and in Aroer, and in their villages, and in all the cities that are beyond Arnon, why did ye not recover them at that time? Neither have I sinned against thee! But you use me badly to fight against me; The Lord who judges today between the children of Israel and the children of Ammon. But the king of the children of Ammon hearkened not to the words which Jephthah sent unto him".

Now what the biblical text tells us is the same thing that happened to Othniel, Samson, Saul and David and also fills our spirit with strength and vigor: "Then the Spirit of the Lord came upon Jephthah, and he passed through Gilead and Manasseh By Mizpeh of Gilead, and Mizpeh of Gilead, passed over to the children of Ammon. " (verse 29). "And he smote them with a great slaughter, from Aroer unto Minith, twenty cities, even unto Abel-keramim: and the children of Ammon were subdued before the children of Israel." (verse 33). The Spirit of the Lord enveloped that man!

He fights 20 cities without stopping. Really only being taken by the Spirit of the living God of Israel.

In chapter 12, verse 7 says: "And Jephthah judged Israel six years ...". From a bastard, he becomes a general; from an illegitimate to a judge. How marvelous it is!

Wow ... what a general! What a judge! What a brave man! What a man who knows the history of the people of Israel!

Jephthah means WHO GOD RELEASES and this man called Jephthah died freed from his stigma.

DEUS NÃO ESCOLHE VOCÊ POR CAUSA DE SEUS PAIS, MAS POR QUEM VOCÊ É NELE

O texto bíblico se encontra em Juízes 11.

Após a morte de Josué, iniciou-se um período onde juízes governavam o povo de Israel. Nesse tempo, nasceu um menino chamado Jefté que eventualmente cresceu e se tornou um verdadeiro guerreiro. Se não fosse sua origem, talvez a história da vida dele teria passado despercebida. 

A bíblia não nos diz em que contexto ele cresceu, mas nos dá uma dica do quão difícil deve ter sido sua infância e quanto bullying ele deve ter sofrido. Esse detalhe está em Juízes no primeiro versículo de Juízes 11: "...filho de uma prostituta...".

Seus meio-irmãos o expulsaram porque ele era "diferente" dizendo para ele: "Você não pertence a este lugar". Outra tradução diz: "Não herdarás na casa de nosso pai, porque és filho de outra mulher." (versículo 2). Então, assim como Jotão, Jefté teve que fugir dos seus meio-irmãos e foi viver em uma terra chamada Tobe, montando uma gangue naquela região.

Tobe ficava no sul de Basã, ao sul do Mar de Tibiríades, norte das terras de Manassés a leste. Basã em hebraico significa "luz da terra". Lemos sobre os gados selvagens de Basã com seus ricos pastos em Ezequiel 39:18 e Salmos 22:12; as suas florestas contendo robustos carvalhos em Isaías 2:13, Ezequiel 27:6 e Zacarias 11:2. Somos lembrados da beleza das suas planícies em Amós 4:1 e Jeremias 50:19. Toda essa terra além do Jordão passou a se chamar de Gileade, mas que derivam da extensa terra dada a Manassés. Atualmente essa região pertence a Jordânia, fazendo divisa com a Síria.

Passa como que meio despercebido para nós o fato de que Jefté era filho de uma prostituta, sem sabermos quem foi sua mãe. As prostitutas eram mulheres desprezíveis no meio do povo de Israel até mesmo porque a prática da prostituição era abominável no meio do povo, conforme Deuteronômio 23:18. 

Uma vez que homens desprezíveis foram se juntando a Jefté, passamos a acreditar que ele era o refugo da raça humana, ainda mais por viver no meio de homens levianos como citado no versículo 3. E aos nossos olhos humanos quem daria um centavo a esse espúrio de Israel?

Porém, a história começa a se montar de forma um pouco diferente quando os anciãos de Gileade vão atrás de Jefté para clamar por ajuda. O texto bíblico relata assim: "E disseram a Jefté: Vem, e sê o nosso chefe; para que combatamos contra os filhos de Amom" (versículo 6).

Ora se Jefté representasse a escória da raça, "produto" da cópula entre um homem e uma prostituta não teriam ido atrás dele para pedir socorro. Sim, em contraposição ao fato dele ser filho de uma prostituta, o primeiro versículo desse capítulo 11 de Juízes descreve-o: "Então, era Jefté, o gileadita, homem valoroso...".

Jefté parece não ter guardado mágoa porque aceita o pedido dos anciãos Gileaditas impondo apenas uma condição: ser o chefe deles todos. De fugitivo, de filho de uma prostituta, sem herança na casa de seu pai (que cometera o pecado de adulterar com uma prostituta qualquer daquela cidade) passa a ser o "general" dos Gileaditas. Veremos que ele se torna depois juiz sobre todo Israel. Que coisa impressionante!  

A partir do versículo 12 até o 28 vamos perceber que Jefté conhecia, e muito bem, a história dos seus antepassados, do seu povo, do povo de Israel. Leia com calma imaginando Jefté como um Secretário de Estado, um erudito nos assuntos de Israel: "E enviou Jefté mensageiros ao rei dos filhos de Amom, dizendo: Que há entre mim e ti, que vieste a mim a pelejar contra a minha terra? E disse o rei dos filhos de Amom aos mensageiros de Jefté: É porque, saindo Israel do Egito, tomou a minha terra, desde Arnom até Jaboque, e ainda até ao Jordão: Restitui-ma agora, em paz. Porém Jefté prosseguiu ainda em enviar mensageiros ao rei dos filhos de Amom, Dizendo-lhe: Assim diz Jefté: Israel não tomou, nem a terra dos moabitas, nem a terra dos filhos de Amom. Porque, subindo Israel do Egito, andou pelo deserto até ao Mar Vermelho, e chegou até Cades. E Israel enviou mensageiros ao rei dos edomitas, dizendo: Rogo-te que me deixes passar pela tua terra. Porém o rei dos edomitas não lhe deu ouvidos; enviou também ao rei dos moabitas, o qual igualmente não consentiu; e assim Israel ficou em Cades. Depois andou pelo deserto e rodeou a terra dos edomitas e a terra dos moabitas, e veio do nascente do sol à terra dos moabitas, e alojou-se além de Arnom; porém não entrou nos limites dos moabitas, porque Arnom é limite dos moabitas. Mas Israel enviou mensageiros a Siom, rei dos amorreus, rei de Hesbom; e disse-lhe Israel: Deixa-nos, peço-te, passar pela tua terra até ao meu lugar. Porém Siom não confiou em Israel para este passar nos seus limites; antes Siom ajuntou todo o seu povo, e se acamparam em Jasa, e combateu contra Israel. E o Senhor Deus de Israel deu a Siom, com todo o seu povo, na mão de Israel, que os feriu; e Israel tomou por herança toda a terra dos amorreus que habitavam naquela região. E por herança tomaram todos os limites dos amorreus, desde Arnom até Jaboque, e desde o deserto até ao Jordão. Assim o Senhor Deus de Israel desapossou os amorreus de diante do seu povo de Israel; e os possuirias tu? Não possuirias tu aquilo que Quemós, teu deus, desapossasse de diante de ti? Assim possuiremos nós todos quantos o Senhor nosso Deus desapossar de diante de nós. Agora, pois, és tu ainda melhor do que Balaque, filho de Zipor, rei dos moabitas? Porventura contendeu ele em algum tempo com Israel, ou pelejou alguma vez contra ele? Enquanto Israel habitou trezentos anos em Hesbom e nas suas vilas, e em Aroer e nas suas vilas, em todas as cidades que estão ao longo de Arnom, por que o não recuperastes naquele tempo? Tampouco pequei eu contra ti! Porém tu usas mal comigo em pelejar contra mim; o Senhor, que é juiz julgue hoje entre os filhos de Israel e entre os filhos de Amom.Porém o rei dos filhos de Amom não deu ouvidos às palavras que Jefté lhe enviou."

Agora o que o texto bíblico nos relata é o mesmo que aconteceu a Otoniel, Sansão, Saul e Davi e também enche nosso espírito de força e vigor: "Então o Espírito do Senhor veio sobre Jefté, e atravessou ele por Gileade e Manassés, passando por Mizpá de Gileade, e de Mizpá de Gileade passou até aos filhos de Amom." (versículo 29). "E os feriu com grande mortandade, desde Aroer até chegar a Minite, vinte cidades, e até Abel-Queramim; assim foram subjugados os filhos de Amom diante dos filhos de Israel." (versículo 33). O Espírito do Senhor envolveu aquele homem!

Combate 20 cidades sem parar. Realmente só sendo tomado pelo Espírito do Deus vivo de Israel.

Já no capítulo 12, versículo 7 diz assim: "E Jefté julgou a Israel seis anos...". De um bastardo, passa a general; de um ilegítimo a juiz.

Wow... que general! Que juiz! Que homem valoroso! Que homem conhecedor da história do povo de Israel!  

Jefté quer dizer QUEM DEUS LIBERTA e esse Jefté morreu liberto do seu estigma.

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

NATAL, NASCIMENTO DE JESUS CRISTO NO DIA 25 DE DEZEMBRO, DEVEMOS COMEMORAR SIM ESSE DIA

Tenho escutado vários líderes evangélicos e outros crentes, sem nenhuma base no calendário judaico, descaracterizam o Natal, afirmando que Jesus Cristo não nasceu no dia 25 de Dezembro e por isso não devemos celebrar o Natal nesse dia. Preferem não participar da alegria, da empolgação, do espírito especial que envolve crentes e não crentes, ateístas e fervorosos da fé.   

Há muitos anos atrás passei o Natal em Marrocos, onde não havia nenhuma ornamentação Natalina nas ruas ou nas casas, nenhuma comemoração, nada de fogos e artifícios, nada de reuniões das famílias, pois seguem lá o calendário mulçumano. Havia sim um espírito de tristeza, apatia. Um Natal sem LUZ para as pessoas. 

Pois é, mas tenho uma boa botícia, felizmente a primeira alegação do parágrafo inicial é mais uma mentira de satanás para tentar ofuscar ou apagar a LUZ que brilhou nas trevas, como citou João no seu Evangelho em 1:1-5. 

Para esses descaracterizadores do Natal, verdadeiros marqueteiros do anti-Natal, do espírito do anti-Cristo, peço que assistam o vídeo do Pr. Charlie Garret de Sarasota - EUA, e rebatam o estudo bíblico do calendário judaico. http://superiorword.org/category/sermons/weekly-video/prophecy-update/

Vale lembrar que neste ano, no dia 25 de dezembro, a primeira vela do candeeiro Menorá, foi acessa por todos os judeus ao redor de todo o mundo, celebrando o Hannukah, festividade do calendário judaico. Alguma coincidência e semelhança entre a luz que se acende no candeeiro com a LUZ ter brilhado em Belém?

Pois bem, eu e a minha sempre celebraremos com alegria o Natal no dia 25 de Dezembro, dia em que nasceu Jesus Cristo a verdadeira LUZ dos homens.   

Leia mais sobre Natal e Hannukah em:

http://www.vindy.com/news/2016/dec/23/rabbi-notes-calendar-coincidence-hanukkay-christma/?print
http://www.enterprisenews.com/news/20161222/christmas-hanukkah-in-rare-convergence

domingo, 20 de novembro de 2016

"PASTOR" BRIAN MCLAREN E A IGREJA EMERGENTE NOS EUA - SINAIS DOS FINS DOS TEMPOS

Brian McLaren, "pastor" de uma das igrejas do movimento emergente nos EUA, assim escreveu:


McLaren (said he´s) disappointed that the majority of his fellow Christians 'supported a man who used racism, misogyny, Islamopobia, and other anti-Christian strategies as an election strategy'. He hoped that younger generations will forge a new path. "I hope that younger generations of Evangelicals will turn away from the leaders their parents followed in voting for Donald Trump and find a new and better way to be Christian - so their politics will be driven less by greed and fear and more by love". "I hope that white Evangelicals will come to terms at long last with the racism and religious prejudice that are deeply embedded in the Evangelical tradition, often at levels Evangelicals aren´t aware of".

Um homem arrogante, cristão pós-modernista, herético, alguém para ser evitado a todo o custo que tem causado um tremendo dano à Cristandade nos EUA.

Alguns dos seus livros têm os seguintes títulos: Adventures in Missing the Point, We Make the Road by Walking, A New Kind of Christian e The Great Spiritual Migration. Só por aí dá para ter uma noção para onde a apostasia do espírito enganador que nele vive está direcionando aqueles com comichões nos ouvidos.        . 

"Não deixem que ninguém os engane de modo algum. Antes daquele dia virá a apostasia e, então, será revelado o homem do pecado, o filho da perdição." 2 Tessalonicenses 2:3

"Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas." 2 Timóteo 4:3-4

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

TRUMP É O 45o. PRESIDENTE DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA DO NORTE

Acompanhei bem de perto as elieções para presidente nos EUA, talvez até mesmo mais do que muitos Norte-Americanos. Foi curioso ver o número de profetas e profetizas profetizando que ele seria eleito e um outro tanto de profetas desmentindo os profetas pró-Trump. Uma vergonha!

Pois bem Trump foi eleito e o que fazer com aqueles profetas e profetizas que diziam ter uma Palavra de Deus que avisava que a Hillary iria ganhar e que a destruição viria sobre os EUA porque Deus estava julgando a iniquidade daquela nação?

Se estivéssemos vivendo nos tempos passados, deveríamos apedrejá-los, mas como estamos vivendo em outra época, vamos apenas chamá-los de FALSOS(AS) PROFETAS.

Existem vários motivos porque ele ganhou as eleições e entre eles ir contra o aborto, ir contra Obamacare, defender a fronteira dos EUA, escolher como vice um cristão convicto e tradicional, entre tantas outras aspirações humanas. Mas acima de tudo, porque ele se humilhou várias vezes para receber orações do povo de Deus ao passo que Hillary continuou no lodaçal das suas mentiras. Assista este vídeo.
http://www.chinchillanews.com.au/news/watch-church-leaders-give-prophecy-donald-trump/3107178/

Uma das principais falsas profetas é Monica Dennington que colocou um vídeo contradizendo que Trump não era o Cyrus para levantar os EUA como vários haviam profetizado. Assista o vídeo na íntegra: https://www.youtube.com/watch?v=t_c_z5alD2A

Que vergonha hein!!! O pior é tolerar esse povo no meio cristão!!!

Durmam com essa bomba!

domingo, 31 de julho de 2016

E SE O CRISTO EM FORMA DE BONECO FOSSE MAOMÉ DOS MUÇULMANOS?

Esses são os "cristãos gays", se é que existem tais, na passeata do orgulho gay na Inglaterra. Minha pergunta é a seguinte: E se o boneco representando Jesus Cristo fosse o profeta Maomé dos mulçumanos, o que a mídia relataria?????? Pior, o que os mulçumanos fariam???? 

E SE O CRISTO EM FORMA DE BONECO FOSSE MAOMÉ DOS MUÇULMANOS?

Esses são os "cristãos gays", se é que existem tais, na passeata do orgulho gay na Inglaterra. Minha pergunta é a seguinte: E se o boneco representando Jesus Cristo fosse o profeta Maomé dos mulçumanos, o que a mídia relataria?????? Pior, o que os mulçumanos fariam???? 

quinta-feira, 9 de junho de 2016

MAIS UMA VEZ O PR. MALAFAIA E SUAS BOBAGENS!!!

O texto abaixo foi publicado pelo Pr. Malafaia. Irei colocá-lo na íntegra para que eu não falem que eu alterei o teor do assunto. A minha discussão virá logo abaixo.



O dízimo ainda deve ser praticado à luz do Novo Testamento?

O dízimo representa a décima parte do fruto do nosso trabalho consagrada a Deus. É uma expressão da fé, do amor e da gratidão do cristão pelo favor divino que lhe assegura a vida e o sustento espiritual e material.
Essa ordenança da Lei mosaica (Levítico 27.32), que no Antigo Testamento assegurava o sustento dos sacerdotes e dos levitas, já era praticada antes de Moisés. Abraão e Jacó, por exemplo, entregavam o dízimo de tudo o que possuíam (Gênesis 14.18-20; 28.22). Além de ser uma ordenança, o dízimo sempre envolveu bênçãos de prosperidade, conforme Provérbios 3.9,10 e Malaquias 3.10-12.
No Novo Testamento, não há nova regra para o dízimo. Jesus não condenou nem ab-rogou essa prática; apenas criticou o comportamento hipócrita dos religiosos que davam dízimo para se autopromoverem, sonegando o mais importante da Lei: o juízo, a misericórdia e a fé (Mateus 23.23).
O Senhor se agrada daquele que dá voluntariamente e com alegria (2 Coríntios 9.7), e não daquele que apenas cumpre uma obrigação religiosa, por medo de atrair uma maldição ou de ir para o inferno.
O cristão genuíno é conhecido pelo amor, pela fé, pela obediência e pela submissão ao Todo-poderoso. É impossível desassociar o dízimo e as ofertas de certas virtudes fundamentais da vida cristã. Logo, dar o dízimo atesta se o cristão crê em Deus e na Sua Palavra, se reconhece que Ele é o Provedor, se lhe é grato e se deseja contribuir para o evangelismo e o estabelecimento efetivo do Reino de Deus em cada coração.
A despeito disso, existem muitos cristãos que não percebem que dar o dízimo é um privilégio. Eles não conseguem entregar nem 10% do seu salário à causa do evangelho. Esse apego ao dinheiro demonstra um materialismo exacerbado e até avareza, um pecado de idolatria (Colossenses 3.5). E foi para evitar isso que o Senhor instituiu o dízimo.
Quando devolvemos a Deus os 10% que Ele requer para que haja mantimento em Sua casa, estamos dizendo que Ele é o Senhor da nossa vida, que reconhecemos que tudo que somos e temos vem dele e pertence a Ele; somos apenas os mordomos.
O cristão que entrega o dízimo demonstra ter visão espiritual, fé nas promessas de Deus, compromisso com a igreja, com sua liderança e com a causa do evangelho, e será ricamente abençoado pelo Senhor.
SUGESTÕES DE LEITURA:
2 Crônicas 29; Malaquias 3.10-12


Pr. Silas Malafaia

Pr. Silas Malafaia é psicólogo clínico e conferencista internacional.




Infelizmente, pastores como você continuam a "forçar" goela abaixo que o dízimo é para os seguidores de Jesus Cristo. 

Infelizmente essa corjarada, que se misturada aos políticos brasileiros ninguém notará qualquer diferença, iludem e enganam o povo de Deus. E assim o fazem através da Institucionalização do MEDO, da CULPA e da GANÂNCIA nas igrejas.

Infelizmente, Pr. Malafaia, você está COMPLETAMENTE equivocado porque não prega o Evangelho de Jesus Cristo e usa a CULPA, enquanto que a também herege Igreja Universal do Reino de Deus aprisiona seus fiéis pelo MEDO, para justificar sua GANÂNCIA. 


Infelizmente só no primeiro parágrafo tem tanta bobagem e heresia que chega a dar ânsia de vômito. Ele tenta usar um trocadilho ARDILOSO dizendo que "o dízimo é a décima parte do fruto do nosso trabalho..." enquanto segundo o Velho Testamento (VT) o dízimo era o fruto da terra, eram os alimentos produzidos e colhidos, fazendo com que houvesse uma celebração comunitária. Vamos ver o que o VT nos diz: "Certamente darás os dízimos de todo o fruto da tua semente, que cada ano se recolher do campo. E, perante o Senhor teu Deus, no lugar que escolher para ali fazer habitar o seu nome, comerás os dízimos do teu grão, do teu mosto e do teu azeite, e os primogênitos das tuas vacas e das tuas ovelhas; para que aprendas a temer ao Senhor teu Deus todos os dias." Deuteronômio 14:22-23 Ainda temos que "Também todas as dízimas da terra, tanto dos cereais do campo como dos frtuos das árvores, são do Senhor, santas são ao Senhor." Levítico 27:30.

Portanto, o dízimo é o próprio fruto da terra, que nasce na terra, de ano em ano. Que eu saiba dinheiro não nasce na terra. Interessante ainda, que era para os Israelitas, eles próprios, comerem os dízimos na presença do Senhor.  

Sim, sei muito bem que depois Deus, Ele mesmo, instituiu que os levitas ficassem com o dízimo para sobreviverem porque não tinham herança no meio do povo e levavam sobre si toda a iniquidade. E isso está escrito em Número 18:21-24: "E eis que aos filhos de Levi tenho dado todos os dízimos em Israel por herança, pelo ministério que executam, o ministério da tenda da congregação. E nunca mais os filhos de Israel se chegarão à tenda da congregação, para que não levem sobre si o pecado e morram. Mas os levitas executarão o ministério da tenda da congregação, e eles levarão sobre si a sua iniqüidade; pelas vossas gerações estatuto perpétuo será; e no meio dos filhos de Israel nenhuma herança terão. Porque os dízimos dos filhos de Israel, que oferecerem ao Senhor em oferta alçada, tenho dado por herança aos levitas; porquanto eu lhes disse: No meio dos filhos de Israel nenhuma herança terão." 

Qualquer recém convertido sabe que Jesus Cristo é quem levou toda nossa iniquidade lá na cruz do Calvário e a Ele devemos dar TODA nossa vida. 

Depois em Malaquias diz que os dízimos deveriam ser entregues na casa do Senhor (templo de Salomão), que ficava e não fica mais, pois não existe, em Jerusalém. Acabaram-se os sacrifícios, os levitas e também o dízimo. Simples assim e ponto final! 

Na seqüência do mesmo parágrafo ele afirma que o dízimo é "uma expressão da fé, do amor e da gratidão do cristão pelo favor divino...". De onde o Pr. Malafaia tirou essa heresia??? Da Bíblia que não foi, pois desconheço qualquer escrita a esse respeito na Palavra de Deus. 

Pense na realidade da salvação dada gratuitamente por Jesus Cristo que não nos pede NADA em troca; é graça divina pura e simplesmente. Que confusão hein Pr. Malafaia??? 

Depois, é esse "favor divino que lhe assegura a vida e o sustento espiritual e material." Quanta bobagem! MENTIRA. É o próprio Deus que nos garante o sopro da vida, o sustento espiritual vem pela leitura da Palavra de Deus inspirada pelo Espírito Santo. O sustento material vem pelo trabalho digno e honesto (coisa que não parece ser muito aplicável a você...), pois a Bíblia em II Tessalonicenses 3:10 "Porque, quando ainda estávamos convosco, vos mandamos isto, que, se alguém não quiser trabalhar, não coma também." Que samba do crioulo doido você faz Pr. Malafaia!!! 

Os outros parágrafos são tão desconexos com a realidade da vida cristã que deve ser calcada na graça de nosso Senhor Jesus Cristo que não vale nem à pena gastar tempo rebatendo os absurdos.

Por que ao invés de inventar estórias da dona Carochinha para o rebanho de Jesus Cristo, você, Pr. Malafaia, não prega o Evangelho dEle e deixa de lado toda essa heresia??? 

Agora, se você, Pr. Malafaia, acha que o rebanho é seu, da sua igreja, "poderosa", e faz o que quer e diz o que vem na sua cachola, quero lembrá-lo, então, que o rebanho de Jesus Cristo é outro, pois não é de ninguém, e pertence somente a Ele, Deus Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz. 

terça-feira, 7 de junho de 2016

CENTENAS DE CRISTÃOS SENDO MORTOS DIARIAMENTE NO ORIENTE MÉDIO

Assistam este tremendo vídeo acerca dos cristãos sendo mortos diariamente no Oriente Médio pelos mulçumanos, ISIS e outros grupos radicais.

http://shoebattube.com/player/embed_player.php?vid=1010&width=540&height=3348&autoplay=no     

Se o vídeo não iniciar ao clicar, copiar o link e colar no seu navegador.

Apocalipse 20:4-6 “...e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos..."

O vídeo aparecerá na parte central da tela, portanto corra com o cursor até o meio da página para poder assisti-lo.

Atenção: cenas impressionantes de degolamentos e pessoas sendo queimadas vivas.

Não esqueçam de orar pelos cristãos perseguidos na Síria. Passem adiante a mensagem.