terça-feira, 10 de novembro de 2009

UM GRITO E UM CLAMOR NA NOITE!

Hoje, mais do que nunca, eu quero gritar esta mensagem na qual acredito e que, a cada dia, impressionantemente, percebo que a quase MAIORIA dos evangélicos dissociam das suas vidas naturais. Insistem em viver uma vida “secular” e outra “espiritual”. Conseguem fazer uma dissociação que eu não consigo, se quer, visionar nem com a minha fértil imaginação. Crêem que vivemos uma vida de lutas, trabalho, lazer, etc. e que paralelamente existe uma outra, a do “sagrado”. Dizem alguns: “Se dá para viver com riqueza, vamos viver, aproveitar e usufruir, pois Deus está permitindo. Nada de querer viver na simplicidade”. Acho estranho essa fala, não a reconheço nem na vida de Jó, um dos homens mais sofredores sobre a face da terra!

Em I Coríntios 13:11, o apóstolo Paulo diz: “Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino."

Existem períodos nas nossas vidas que nós permitimos que as crianças tenham alegria e prazer nas coisas fúteis e passageiras desta vida, porque elas são meras crianças. Mas chega um momento do aprendizado, existe uma época do crescimento. E é assim também para você e eu, como pertencentes à Noiva de Jesus Cristo. O Senhor diz: “Vocês não devem ser ingênuos (crianças) a respeito dos tempos em que estão vivendo”.

Você deve deixar de lado as perspectivas infantis, você tem que deixar de lado todos os pensamentos e todas as esperanças que indicam que a segurança será encontrada em alguma coisa deste mundo, desta vida. A segurança (PARA TUDO, NÃO DISSOCIE NADA) é encontrada em Cristo e Cristo somente.

Em I Tessalonicenses 4:13, novamente, o apóstolo Paulo, diz: “Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança”.

Em II Coríntios 4:18 está escrito: “Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas”. Você e eu tomamos a livre decisão de acreditar em Deus, no seu Filho Jesus Cristo, e não nas coisas que nós vemos com os nossos olhos naturais, mas nas coisas que sabemos serem certas dentro do nosso novo coração, que cativam nossa atenção a nos trazem alegria. É acerca daquilo que nós sabemos que é verdadeiro e certo. Não é o que vemos.

A alegria temporal depende das coisas que você enxerga e que podem lhe ser tirados a qualquer momento. A perda de um emprego, de um ente querido, de relacionamentos, de uma ambição futura, de um objetivo pessoal, de um trajeto (caminho) para o alcance de uma conquista podem simplesmente vaporizar na sua frente. TODAS essas coisas podem ser tiradas em um piscar de olhos e você ficar perplexo.

Mas a minha alegria e a sua alegria tem de vir das coisas que nós sabemos que no livro de Deus (a bíblia) são verdadeiras; dos caminhos de Deus que eu e você escolhemos abraçar, não somente as promessas de Deus, mas também TODO o Conselho de Deus, para TUDO.

Essa é a razão pela qual Jesus veio, é acerca disso que a mensagem do Evangelho fala, isso é o trabalho de Deus. "Vocês serão minhas testemunhas" para anunciar que eu morri pelos pecados da humanidade. Esse deve ser o seu foco, isso deve ser o seu coração, essa deve ser a sua vida.

Eu (JESUS) não vim para lhe fazer um homem de negócios bem sucedido! Eu (JESUS) não vim para lhe fazer um pouco mais feliz pelo caminho da sua vida! Eu (JESUS) não vim para cumprir algum destino próprio (seu) que Eu (JESUS) sou obrigado a cumprir! EU (JESUS) VIM PARA MORRER EM UMA CRUZ PELOS PECADOS DA HUMANIDADE! Eu (JESUS) vim para oferecer vida e vida em abundância! E a vida abundante é CRISTO EM NÓS a esperança da glória! (Colossenses 1:27b).

É uma nova mente um coração novo, uma nova maneira de pensar, é um novo espírito, um novo sistema de valores! Não são os mesmos valores humanos "religiosizados", "santificados"! Os valores estão todos errados, o foco está errado! Por isso muitos cristãos estão desesperados e cheios de tristezas e amarguras nesta vida! E o diabo tem cumprido seu sujo papel de cegá-los!

Pare! Não se iluda com essa vida porque amanhã algo precioso lhe será tirado e você ficará desolado se o seu coração só lá estiver! Não viva com duplicidade de mente, peça ao Senhor Deus para lhe dar, a cada novo dia, a mente de Cristo, como Paulo afirma que temos.

É isso aí. Fique firme, vai doer um pouco, mas vai dar certo.

Escrito e publicado aqui por Éber Stevão

Nenhum comentário:

Postar um comentário