sexta-feira, 14 de agosto de 2009

JESUS E A IGREJA - ALGUNS PONTOS DE COMPARAÇÃO

O texto abaixo foi escrito por Edgar Jones e a tradução literal, da língua Inglesa, foi feito por mim. Esse é aquele texto que mencionei na mensagem anterior do pr. Gibbons da Igreja NewSong. Espero que sirva para lhe abençoar.

Introdução

Aqui segue a lista de vinte e dois critérios vindos de Jesus pelos quais é possível examinar qualquer instituição religiosa - incluindo seu ministério, leigos, doutrinas e práticas - para discernir o seu verdadeiro caráter. Em cada caso, nós trouxemos uma comparação com as igrejas da Cristandade. Depois de enumerá-las, nós revisitamos cada uma delas e citamos a relevante fala de Jesus. Você deve ter em mente que, em muitos casos, Jesus estava abordando representantes da religião estabelecida da sua terra natal e cultura, que é o Judaísmo, com o seu templo, as sinagogas, escrituras, tradições, os sectários e o ministério. Observando a forma como estas comparações facilmente se aplicam (ou no caso da última, que não se aplica) às igrejas hoje e através dos séculos, entendemos o motivo pelo qual eu caracterizo a Igreja como "A “Sinagoga dos gentios”. A lista não é exaustiva, mas com certeza é suficiente!

Reconhecemos que todas as comparações não se aplicam a todas as igrejas de todas as denominações, mas muitas delas se aplicam a qualquer denominação entre as igrejas da Cristandade, de tal forma que justifique plenamente as comparações e as suas implicações.

O Critério

Eles(elas):
1. Gostam de andar com longas vestes?
2. Fazem com que suas franjas sejam longas?
3. Gostam de serem cumprimentados nas praças?
4. Gostam de ter os melhores lugares nas sinagogas (igrejas)?
5. Gostam de ter os lugares de honra em festas?
6. Devoram as casas das viúvas (levam o seu dinheiro)?
7. Fazem longas orações?
8. Oram em público (para serem vistos pelos homens)?
9. Amam serem chamados de "professor" (doutor)?
10. Amam serem chamados de "líder” (chefe)?
11. Amam serem chamados de "pastor" pelos homens?
12. Chamam os homens na terra de "pai"? (pai na fé)
13. Atravessam terra e mar para fazerem um único prosélito?
14. Juram pela Bíblia (tomam juramentos)?
15. Dizimam e negligenciam os assuntos graves da lei?
16. Reconhecem e validam o divórcio?
17. Resistem aos maus?
18. Pertencem ao mundo?
19. Consistem de muitos rebanhos?
20. Muitas pessoas estão inclusas?
21. Dispõem para contratação os seus serviços?
22. Amam uns aos outros?

Os pontos de Comparação

1. Gostam de andar com longas vestes?
“E, ensinando-os, dizia-lhes: Guardai-vos dos escribas, que gostam de andar com vestes compridas, e das saudações nas praças”. (Marcos 12:38)

2. Fazem com que suas franjas sejam longas?
“Praticam, porém, todas as suas obras com o fim de serem vistos dos homens; pois alargam os seus filactérios e alongam as suas franjas.” (Mateus 23:5)

3. Gostam de serem saudados nas praças?
“E, ensinando-os, dizia-lhes: Guardai-vos dos escribas, que gostam de andar com vestes compridas, e das saudações nas praças”. (Marcos 12:38)

4. Gostam de ter os melhores lugares nas sinagogas (igrejas)?
“E, ensinando-os, dizia-lhes: Guardai-vos dos escribas, que gostam de andar com vestes compridas, e das saudações nas praças. E das primeiras cadeiras nas sinagogas, e dos primeiros assentos nas ceias.” (Marcos 12:38-39)

5. Gostam de ter os lugares de honra em festas?
“E, ensinando-os, dizia-lhes: Guardai-vos dos escribas, que gostam de andar com vestes compridas, e das saudações nas praças. E das primeiras cadeiras nas sinagogas, e dos primeiros assentos nas ceias.” (Marcos 12:38-39)

6. Devoram as casas das viúvas (levam o seu dinheiro)?
“E, ensinando-os, dizia-lhes: Guardai-vos dos escribas, que gostam de andar com vestes compridas, e das saudações nas praças. Que devoram as casas das viúvas, e isso com pretexto de largas orações. Estes receberão mais grave condenação.” (Marcos 12:38,40)

7. Fazem longas orações?
“E, ensinando-os, dizia-lhes: Guardai-vos dos escribas, que gostam de andar com vestes compridas, e das saudações nas praças. Que devoram as casas das viúvas, e isso com pretexto de largas orações. Estes receberão mais grave condenação. (Marcos 12:38,40)

8. Oram em público (para serem vistos pelos homens)?
“E, quando orardes, não sereis como os hipócritas; porque gostam de orar em pé nas sinagogas e nos cantos das praças, para serem vistos dos homens. Em verdade vos digo que eles já receberam a recompensa.” (Mateus 6:5)

9. Amam serem chamados de "professor" (doutor)?
“Amam o primeiro lugar nos banquetes e as primeiras cadeiras nas sinagogas, as saudações nas praças e o serem chamados mestres pelos homens. Vós, porém, não sereis chamados mestres, porque um só é vosso Mestre, e vós todos sois irmãos.” (Mateus 23:6-8)

10. Amam serem chamados de "líder” (chefe)?
“Nem sereis chamados guias, porque um só é vosso Guia, o Cristo.” (Mateus 23:10)

11. Amam serem chamados de "pastor" pelos homens?
“Ainda tenho outras ovelhas, não deste aprisco; a mim me convém conduzi-las; elas ouvirão a minha voz; então, haverá um rebanho e um pastor.” (João 10:16)

12. Chamam os homens na terra de "pai"? (pai na fé)
“A ninguém sobre a terra chameis vosso pai; porque só um é vosso Pai, aquele que está nos céus.” (Mateus 23:9)

13. Atravessam terra e mar para fazerem um único prosélito?
“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque rodeais o mar e a terra para fazer um prosélito; e, uma vez feito, o tornais filho do inferno duas vezes mais do que vós!” (Mateus 23:15)

14. Juram pela Bíblia (tomam juramentos)?
“Também ouvistes que foi dito aos antigos: Não jurarás falso, mas cumprirás rigorosamente para com o Senhor os teus juramentos. Eu, porém, vos digo: de modo algum jureis; nem pelo céu, por ser o trono de Deus; nem pela terra, por ser estrado de seus pés; nem por Jerusalém, por ser cidade do grande Rei; nem jures pela tua cabeça, porque não podes tornar um cabelo branco ou preto. Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno.” (Mateus 5:33-37)

15. Dizimam e negligenciam os assuntos graves da lei?
“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e tendes negligenciado os preceitos mais importantes da Lei: a justiça, a misericórdia e a fé; devíeis, porém, fazer estas coisas, sem omitir aquelas!” (Mateus 23:23)

16. Reconhecem e validam o divórcio?
“Eu, porém, vos digo: qualquer que repudiar sua mulher, exceto em caso de relações sexuais ilícitas, a expõe a tornar-se adúltera; e aquele que casar com a repudiada comete adultério.” (Mateus 5:32)

17. Resistem os maus?
“Ouvistes que foi dito: Olho por olho, dente por dente. Eu, porém, vos digo: não resistais ao perverso; mas, a qualquer que te ferir na face direita, volta-lhe também a outra; e, ao que quer demandar contigo e tirar-te a túnica, deixa-lhe também a capa. Se alguém te obrigar a andar uma milha, vai com ele duas.” (Mateus 5:38-41)

18. Pertencem ao mundo?
“Eles não são do mundo, como também eu não sou.” (João 17:16)

19. Consistem de muitos rebanhos?
“Ainda tenho outras ovelhas, não deste aprisco; a mim me convém conduzi-las; elas ouvirão a minha voz; então, haverá um rebanho e um pastor.” (João 10:16)

20. Muitas pessoas estão inclusas?
“Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela), porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela. (Mateus 7:13,14)

21. Dispõem para contratação os seus serviços?
“O mercenário, que não é pastor, a quem não pertencem as ovelhas, vê vir o lobo, abandona as ovelhas e foge; então, o lobo as arrebata e dispersa.” (João 10:12)

22. Amam uns aos outros?
“Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros.” (João 13:34-35)

Se eles amam uns aos outros, eles todos não devem estar em comunhão?
Se eles amam uns aos outros, eles não devem estar em paz uns com os outros?

Conclusão

Se os clérigos deliberadamente tivessem proposto fundar uma instituição - com os seus ministros, leigos, práticas, serviços e doutrinas - que possui muitos aspectos aos quais Jesus foi cuidadoso em condenar em uma instituição religiosa, eles teriam feito exatamente o que eles têm feito e sido exatamente o que eles são.

Se eles tivessem deliberadamente proposto desobedecer o “novo mandamento” de Jesus, o seu comportamento teria sido exatamente o que tem sido.

Publicado aqui por Éber Stevão

Nenhum comentário:

Postar um comentário