quarta-feira, 19 de abril de 2017

FILME A CABANA - UM RETRATO DE UMA IGREJA DECADENTE E APÓSTATA!

Já postei aqui no blog sobre o livro A Cabana. Interressados em saber minha opinião só buscá-la na chave localizar do blog.

Na semana passada e nesta, de forma mais intensa, tenho escutado nas rádios e igrejas, quase que como num puro frisson, acerca do filme A Cabana, incentivando que os evangélicos o assistam.

Fico abismado com isso, parece-me que quanto mais os crentes vão às igrejas, mais ficam dependentes das divagações da sã doutrina e da fé e menos da Palavra de Deus.

Assim como o livro, o filme retrata a trindade Divina de maneira humanizada, com incitações de idolatria ao próprio ser humano, além de ser difamatório contra o Espírito Santo, atitude que Jesus mesmo disse que não haveria perdão.

O autor do livro A Cabana caracteriza Deus como uma mulher negra chamada de "Papa", cujo Deus ninguém nunca O viu, não O conhecemos a não ser na figura revelada do seu filho Jesus Cristo, como nos é ensinado no livro de Hebreus 1:1-3. É no mínimo contraditório chamar uma mulher de Papa, mas agora com a moda transgender ou linhagem LGBTQI mnopqrs.... deve estar valendo. Então vamos nesse modismo mesmo, afinal a igreja de Cristo precisa abrir a mente e evoluir e esquecer o "radicalismo" bíblico que não é politicamente correto!

Ele, William Young, na sua novela "cristã" (perceba a contradição) também revela o Santo Espírito de Deus como uma frágil mulher de origem asiática com o nome Hindu, Sarayu, apregoando uma perigosa imagem do Espírito de Cristo, pois o Espírito de Deus é o Espírito do Seu Filho Unigênito, que de forma alguma tem dentro de si uma "mulher".

Como em todas as tendências da sociedade, e na igreja não é diferente, sempre tem a fileira dos retardados mentais que fazem o papel dos modistas "nada a ver"!

Eu, prefiro não me juntar à leva enorme de evangélicos que estão dando espaço para a Nova Era.

Agora, se o próprio "espírito santo mulherizado", amigo do autor, lhe revelar que está tudo certo, sabe o que (?), vá em frente e, a propósito, antes de sair de casa para ir ao cinema, aproveite e acenda uma vela para Maria mãe de Deus, porque quem sabe ela seja a única mulher de verdade velando por você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário