segunda-feira, 1 de agosto de 2011

SÁBADO, O ÚNICO DIA DO SENHOR PARA OS EVANGÉLICOS?

Os adventistas ou sabatistas, defendem com unhas e dentes que o dia do Senhor é o sábado, uma vez que preferem não crer no Novo Testamento. Incrivelmente, eles se denominam evangélicos e fixam-se no seguinte texto bíblico: "Recorda o dia do sábado (sabbath = descanso) para santificá-lo. Seis dias trabalharás, mas no sétimo dia é dia de descanso para Yahvé, seu Deus. Não farás nenhum trabalho..." (Êxodo 20:8, 10 - adendo do autor).

A Aliança Evangélica Mundial declarou que oficialmente que os adventistas não são evangélicos. Os adventistas são proselitistas e exclusivistas porque afirmam assim: “Nós, a igreja verdadeira”; “Nós, o povo remanescente”; “Nós, o único povo que tem a verdade...”. Tropeçam na Bíblia declaradamente, uma vez que sua “papisa” e “profetisa-mor” afirma que Jesus foi pecador, pois participou de nossa natureza pecaminosa. Leia essa blasfêmia: "Em sua humanidade, Cristo participou de nossa natureza pecaminosa, caída. De sua parte humana, Cristo herdou exatamente o que herda todo o filho de Adão, uma natureza pecaminosa” (Estudos Bíblicos, CPB, edição de 1979, páginas 140, 141).
Veja bem, quem escreveu o Pentateuco foi Moisés e nesse compêndio se inclui o livro de Êxodo. Moisés escreveu para o povo judeu e ponto final! Certamente que "toda a escritura é apta ensinar e instruir em justiça" (II Timóteo 3:16), porém existe uma obra sobre excelente de Deus que é a graça. A graça só foi expressa na pessoa de Cristo Jesus e ninguém mais. Portanto, não importa o que escreveram Moisés, os juízes de Israel, Davi, etc. Nenhum compara-se a Jesus que é o próprio Deus. Ele nos dá uma nova lei. Não a lei de Deus mortal que traz um jugo sobre o ser humano que é insuportável. A lei divina só serviu para nos mostrar que não podemos cumprir as exigências do Deus eterno. Por isso, devemos nos apegar a Cristo Jesus, pois é através dEle que somos justificados diante de Deus. Nada mais importa, nem mesmo a lei divina, nem a lei Mosaica, nem lei humana alguma, mas sim apenas o sacrifício do filho unigênito de Deus, Jesus. Deus trocou a sua lei pela graça que nos salva. “Porque pela graça sois salvos, através da fé, e isso não vem de vós, é Dom de Deus”. (Efésios 2:8)

Nós, aqueles que vivemos debaixo da maravilhosa graça de Cristo, entendemos que, e não reverenciamos como se fosse um dia santo, o dia do Senhor é o domingo.

João, o discípulo amado de Jesus escreveu assim no livro de Apocalipse: “No dia do Senhor fui dominado pelo Espírito de Deus.” (Apocalipse 1:10a). O dia do Senhor que João estava se referindo era o domingo. Jesus tinha sido crucificado na sexta-feira e ressuscitado ao terceiro dia, ou seja, no domingo. Algum motivo especial por Jesus Cristo ter escolhido o domingo para se revelar a João? Isso não sabemos. Portanto, tampouco devemos idolatrar os dias da semana.

E você? Prefere obedecer a Lei Mosaica ou viver na liberdade da graça de Jesus Cristo, “pois com Cristo, a lei chegou ao seu fim", segundo Romanos 10:4. Pense nisso!

Escrito e publicado aqui por Éber Stevão

Um comentário:

  1. vcs não sabe a nasa alertou seus fucionarios sobre supostos acontecimentos que devem ocorrer de 2012 adiate isso pode dar inicio e nova ordem mundial o anti-cristo. eles quem botar panico nas pessoas e depois mostrar uma solução. eles estão planejando algo contra nos vamos ficar ligado. eles eu quero mim refirir aos poderosos que mandão no mundo fiquem ligado.....

    ResponderExcluir