terça-feira, 12 de abril de 2011

TROQUE 1 PARLAMENTAR POR 344 PROFESSORES

Sei que o assunto abaixo não tem relação com a Graça de Jesus Cristo, mas diz respeito ao país em que vivemos. Portanto, o assunto é de vital importância para todos.

Realmente é necessário tomar alguma atitude para mudar o rumo desse país. No futebol o Brasil ficou entre os 8 melhores do mundo na última Copa e todos ficaram tristes. Na educação, é o 85º e ninguém reclama.

Por que as Faculdades de Pedagogia estão fechando em todo o Brasil? Também, o piso salarial nacional de um professor de educação básica no Brasil é de R$ 1.187,97 sem todos os descontos. Um empacotador do supermercado Condor ganha R$ 610,00 + vale transporte + vale alimentação e basta ter curso primário completo. Só para lembrar aos viajantes, para ser professor da educação básica na rede pública nacional é preciso no mínimo curso superior.

No interior da Bahia a coisa é ainda pior. Um professor de Física, do ensino médio de uma determinada escola pública, em uma cidade do interior do Estado, ganha como salário bruto mensal R$ 650,00. Outros colegas de profissão na mesma cidade, que não possuem um curso superior, chegam a receber os minguados R$ 440,00. Vale lembrar que a bolsa família é de R$ 540,00. Então por que um professor deve traballhar no Brasil?

Será que alguém neste país realmente crê que com um salário desses a rede de ensino poderá contar com professores competentes e dispostos a ensinar?

Por isso mesmo é que o Brasil ficou em 53º na no Programa de Avaliação de Ensino Internacional de Alunos entre 65 países. Contra fatos não existem argumentos! Veja o gráfico abaixo.


Para aqueles que querem sofrer, digo, ver a tabela mais pormenorizadamente, entrem no site http://veja.abril.com.br/noticia/educacao/em-ranking-dominado-pela-asia-china-e-o-pais-lider-em-educacao-no-mundo#ranking2

Fiquei alegre em ver o gráfico acima, pelo menos ficamos à frente do Panamá!!!! Se a sátira não doesse na alma daria até para rir!

É, aqui no Brasil é assim, o professor faz de conta que dá aula, o aluno faz de conta que aprende, o Governo (do ex-Lula), e agora da dona Dilma (a sra. que chora pelos brasileirinhos mortos...humn sei), faz de conta que paga e a escola aprova o aluno semi-analfabeto. Que maravilha de país! Mas está tudo certo, agora temos o petróleo do pré-sal, somos ricos, e por isso a gasolina está baixando o preço!!!!!!!!!!!!!

Hoje um professor que leciona no Brasil só o faz por ser um idealista. Mas para os que vivem de idealismo aí vai:

Um parlamentar brasileiro custa para o país R$ 10,2 milhões por ano. São os parlamentares mais caros do mundo. O minuto “trabalhado” (quem vê pensa que eles até trabalham) custa ao contribuinte uns meros R$ 11.545,00.

Na Itália, o gasto com parlamentares é de R$ 3,9 milhões. Na França, pouco mais de R$ 2,8 milhões. Na Espanha, cada parlamentar custa por ano R$ 850 mil e na nossa vizinha “hermana” Argentina, R$ 1,3 milhões.

Trocando em miúdos, 1 parlamentar custa ao país 688 professores com curso superior do Estado da Bahia! Para o salário oficial de um professor, seriam 344 professores. Por isso segue a campanha: “TROQUE 1 PARLAMENTAR POR 344 PROFESSORES”, pois os salários somados de 344 professores que ensinam e educam no Brasil é igual ao salário de 1 parlamentar que rouba.

Pense nisso!

Publicado aqui por Éber Stevão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário