terça-feira, 4 de janeiro de 2011

LOUCO EU? O FATO É QUE DE UM TOTAL DE 10, 5 ENTRARÃO NA RECEPÇÃO DO CORDEIRO, MAS 5 FICARÃO DE FORA

O texto bíblico é o seguinte: "Então o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo. E cinco delas eram prudentes, e cinco loucas. As loucas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo. Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas. E, tardando o esposo, tosquenejaram todas, e adormeceram. Mas à meia-noite ouviu-se um clamor: Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro. Então todas aquelas virgens se levantaram, e prepararam as suas lâmpadas. E as loucas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam. Mas as prudentes responderam, dizendo: Não seja caso que nos falte a nós e a vós, ide antes aos que o vendem, e comprai-o para vós. E, tendo elas ido comprá-lo, chegou o esposo, e as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas, e fechou-se a porta. E depois chegaram também as outras virgens, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos. E ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo que vos não conheço." Mateus 25:1-12 - ênfases do autor (http://www.bibliaonline.com.br/acf/40/25)

Sendo bem objetivo, Jesus Cristo não conhece a metade daqueles que se encontram vivendo no lugar certo, aparentemente fazendo a coisa certa, de certo modo vivendo da maneira correta, buscando a Deus no mesmo lugar onde o povo de Deus se agrupa para adorá-lo. Essa metade, literalmente, não participará da festa do Cordeiro de Deus. É o que disse Jesus. E eu? E você? Em qual metade nos encontraremos?


Um novo ano começou. É apenas uma convenção humana, pois os dias continuam seguindo seu curso normal de 24 horas, assim como normalmente estava ocorrendo durante todos dias dos meses que antecederam este mês de janeiro.

De qualquer forma, gosto do mês de janeiro, pois além de ser o mês em que aniversario, é o primeiro mês do ano, dá uma sensação de início, coisas são almejadas, sempre boas é claro. Mas não sei se é o mais correto pensar só no agradável. Da mesma forma que no texto acima, quero fazer um contraponto e lembrar que no decorrer deste novo ano muitas coisas acontecerão, boas e runis. Novos seres nascerão e muitos não estarão mais neste mundo. Quando lemos um comentário assim, sempre pensamos que ele se refere a outra pessoa e não a nós mesmos. Quando se lê que metade não participará da festa do Agnus Dei, pensa-se logo: "Coitados dos católicos, dos adventistas, dos mórmons, etc.". Agora quanto a mim? Estarei lá, um os primeiros da fila... 

Na segunda grande guerra mundial, um dia antes de despachar uma grande tropa para o fronte, colocou-se de pé em frente aos pelotões um general que comentou: "Olhe para o soldado da sua direita e para o seu amigo da esquerda, um deles não estará mais aqui amanhã, lembrando que esse um pode ser você mesmo". Coloque-se no lugar de um daqueles soldados. Não é assustador?

A metade das pessoas que se encontram dentro da igreja de Jesus Cristo está vivendo como louca. Parece que os evangélicos de hoje estão vivendo pela bênção e não na expectativa das dificuldades que estão por vir, nem se preparando para os tempos difíceis que o Apocalipse já determinou. Estão vivendo esta vida, mas são loucos, não prudentes.
E por que dizer isso?

Estamos na expectativa da volta do nosso Senhor Jesus Cristo e tenho orado a cada dia dizendo maranata, vem Senhor Jesus. Literalmente vivo no anseio de estar com Ele. Dessa vida daqui muito pouco ou quase nada espero, pois sei que "sou um peregrino e forasteiro neste mundo" parafraseando o apóstolo Pedro em I Pedro 2:11. O triste é que existem muitos forasteiros acomodados e, pior, folgados que acabarão fora da tão esperada festa das bodas. 

Continuo estranhando, ainda, em ouvir vários pastores, até mesmo um abençoado pastor norte-americano chamado Benjamin Crandall (pastor que frequentemente prega na Times Square Church do Pr. David Wilkerson), que talvez no afã de querer pregar a volta de Jesus Cristo, afirmarem que Jesus pode voltar "agora mesmo" ou a "qualquer momento". Porém, isso é uma mentira diabólica e enganadora, pois se Jesus Cristo pode voltar a qualquer momento, tudo o que Ele mesmo, o próprio Senhor Jesus Cristo, mandou João escrever no Apocalipse acerca das coisas que estão por vir, é uma mentira. Mas afinal, quem está mentindo? Que seja mentiroso, anátema e falso, sempre, o homem!

Veritas Liberate Vos! Jesus Cristo só poderá vir, e Ele não pode voltar atrás naquilo que já disse, depois de que o homem da perdição (ou Anticristo - http://www.estudosgospel.com.br/estudos/escatologia/como-sera-a-grande-tribulacao.html) surja sobre a face da terra e todos os selos sejam abertos (http://www.iprb.org.br/artigos/textos/art51_100/art61.htm) e todas as sete trombetas sejam soadas (http://idd0098d.eresmas.net/appo4.htm). 

Agora, vale pregarmos que não sabemos o momento em que Ele virá? Amém. É certo pregarmos que precisamos estar preparados (prontos e alinhados) para a volta dEle? Amém. Então, pastores, preguemos a Vulgata veritas e não uma mensagem que traz "medo" e "pavor" como aquela do general ao seu soldado. A mensagem de Deus, primeiro nos alerta, em seguida nos prepara, depois nos conforta e por fim, nos dá serena paz, acima de tudo, garantindo que estamos selados nEle através do seu Fili Unigenite, Jesu Christe.
Um outro aspecto que é muito importante ressaltar aqui é que se você (metade que entrará na festa do Cordeiro) está pronto(a), alinhado(a), vivendo como é possível se viver nesses dias e só aguardando o retorno de Cristo, então, consequentemente, você também está preparado(a) para morrer a qualquer momento e nada lhe detém, pois estar com Jesus Cristo, é tudo que essa metade mais deseja. Ou não? Se não, quem sabe talvez você não faça parte da metade que irá festar com Ele, pois coisas imediatas daqui são mais importantes! Pense nisso.

Portanto, se você está preparado(a) para encarar todas as situações possíveis que podem acontecer este ano, é um sinal de que você também está preparado(a) para a passagem desta vida para a próxima continuidade.

Na verdade, nenhum de nós sabe o que nos aguarda em 2011, até que o ano se complete, mas só Deus. Tão somente sabemos que poderemos estar em situações que nem mesmo imaginávamos. Alguns enfrentarão tragédias, verdadeiros pesadelos da vida real. Não quero soar como um pessimista, mas é possível que coisas funestas possam lhe acometer neste ano. Por outro lado, alguns de nós, terão surpresas maravilhosas, coisas que talvez até mesmo se pareçam mais com um sonho divino. Porém, o fatídico encontrado nesses dois opostos é que as pessoas que serão abençoadas neste ano estarão em situação mais perigosa do que aquelas que enfrentarão os problemas, as dificuldades. E sabe o motivo disso? É que quando a metade que vai participar das festividades celestiais enfrentar dificuldades, a primeira reação será buscar a  Deus, enquanto a outra metade que vive apenas na expectativa de receber bênçãos na sua vida (porque foi assim ensinada pelos seus pastores), culparão os seus líderes pelas desgraças e exigirão explicações cabíveis. Desfalecerão e apostatarão da fé (I Timóteo 4:1 - http://www.bibliaonline.com.br/acf/54/4).
 
Agora, quando uma benção surge é tão fácil nos deleitarmos e esquecermos até mesmo de quem procede todas as bênçãos da nossa vida. Quero lhe afirmar com muita convicção, esse é um exercício contínuo que devemos praticar diariamente, caso não queiramos nos perder no orgulho e altivez humana.
 
Se olharmos para a Palavra de Deus, nas experiências que passaram aqueles que ali ficaram registrados, mais pessoas falharam quando foram abençoadas do que quando estavam em dificuldades. Pessoas que foram tremendamente abençoadas tiveram grandes problemas na vida e aquelas que tiveram grandes lutas, dificuldades, talvez até desgraças, foram as que venceram em Deus! Esquisito não? Mas vá lá, se reserve o direito de ler toda a Bíblia separando em duas colunas tudo o que sucedeu na vida das mais diversas pessoas quando foram abençoadas e estavam em grandes dificuldades. Você entenderá o que estou tentando salientar aqui.
 
É do ser humano afrouxar quando a bênção vem, não sendo verdadeiro o contrário. E isso não é interessante? No meio cristão não é tão somente o que as pessoas querem, a bênção? Não é apenas isso que as igrejas neo-pentecostais estão pregando, a bênção? Não é isso tudo o "evangelho" que esses pastores medíocres que aparecem todos os dias na sua e na minha televisão pregam, a bênção? Assistindo esses programas é impossível que a minha mente não seja levada a acreditar que o que estão pregando ali mais parece um evangelho-paródia do Sílvio Santos no quadro "Quem qué dinheiro?" transformado para "Quem qué bênça?".  E quem não quer ser rico? Não é por isso que o pessoal do "mundão" joga na megasena?
 
Mas com que intuito todo esse desejo pela bênção afinal? Não seria para gastarmos com os nossos desejos carnais do nosso mundinho egoísta ou nos esbaldarmos no nosso orgulho espiritual expressando que somos mais amados por Deus do que o restante, de que somos especiais aos olhos do Pai Celeste e por isso recebemos dEle, de que estamos fazendo tudo certinho e por isso o Deus Pater Omnipotens nos está recompensando? "Meu Deus, me livra de mim mesmo"! 
 
Ao bem da verdade é vital dizer que os problemas na sua vida lhe ajudarão muito mais do que as bênçãos que certamente receberá. Deus conhece a natureza humana decaída. E talvez seja esse o motivo pelo qual Jesus afirmou de que é muito mais difícil para um homem rico ser salvo e adentrar o reino dos céus do que um pobre. O estranho é que todo mundo almeja ser rico, inclusive é o único foco do "evangelho da prosperidade"; "Seja rico!". "Deus quer que você seja rico", como prega a apóstata norte-americana Joyce Meyer. Quanto lixo podre vem dos EUA para o Brasil!  Enfim, mas para que se depois de sermos abençoados é muito provável que você e eu estejamos na fila da metade que não participará do casamento do Noivo com sua Noiva, a Igreja?
 
No texto bíblico acima, as 10 virgens foram chamadas, todas as 10 virgens receberam o mesmo convite para a festividade celestial, todas as 10 virgens responderam ao convite "sim, estamos nessa", as 10 virgens viviam juntas, as 10 virgens estavam esperando pelo casamento no mesmo lugar, cada uma das 10 virgens achava que estava circundada pela companhia das pessoas certas,  as 10 virgens pegaram das suas lâmpadas,  as 10 virgens tosquenejaram e dormiram, pois não podia se ver a diferença entre as 10 virgens até o último minuto, porém apenas 50% delas entraram para as bodas, com a porta sendo fechada logo atrás delas para mais ninguém entrar.

O mais interessante? É que o texto bíblico cita que as "outras virgens" disseram: "Senhor, Senhor.." ao que o Noivo, agora casado, disse: "...vos não conheço".
 
Louco eu? Louco você? Este ano preparando-se para o que mesmo? Como um atalaia quero dizer que este é mais um alerta acerca da volta de Cristo Jesus.
 
É isso aí.
 
Escrito e publicado aqui por Éber Stevão  

Nenhum comentário:

Postar um comentário