sábado, 16 de outubro de 2010

UMA ANÁLISE DOS CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA DO BRASIL 2010

O texto que segue baixo foi escrito por Eliseu Antonio Gomes e encontra-se já publicado no link:

Base do PMDB ao presidente

Em primeiro lugar, é importante ressaltar que se José Serra encontrar a vitória nas urnas, ele terá uma base de sustentação no Senado para governar com bastante folga. Historicamente, o PMDB possui a tendência de compor unidade com o governo. Assim sendo, o apoio que vemos hoje, o PMDB apoiando o Partido dos Trabalhadores, será apenas passado na próxima gestão presidencial se o PSDB fizer seu presidente. Haverá governabilidade para José Serra.

O que me faz pensar que o PSDB é diferente do PT?

Bem, em primeiro lugar não estou endeusando um partido e satanizando o outro. Não sou fanático de espécie alguma. Nem por política, nem por religião, nem por pessoas. Acredito que isso já me faz um alguém que enxerga as coisas como elas são.

Em segundo lugar: sou paulista e paulistano, nascido e criado na Capital. Posso dizer que o PSDB, há bem mais de uma década no poder estadual, não é esse "tudo de ruim" que as campanhas eleitorais "gratuitas" falaram na tevê no primeiro turno. (De gratuito o horário eleitoral não tem nada, sai do nosso bolso todo esse marketing!).

A ilusão do poder aquisitivo

Antes de votar, analise se você está se enganando com seu poder de compra. O aparente crescimento econômico alegra o cidadão e anestesia a dor da pobreza. Disse aparente crescimento econômico, sim. É verdade que hoje o cidadão compra carro novo e o televisor de plasma 3D de última geração. Note bem, esse poder aquisitivo não acontece porque o dinheiro do pobre só fez aumentar em sua conta corrente. O pobre vai às lojas e encontra crédito maior. O crédito na praça aumentou e enriquece apenas os lojistas e as financeiras. Sessenta meses para pagar um carro e um eletrodoméstico! A somatória desse valor pago daria para comprar três carros novos, três televisores ultramodernos, ou mais! Em suma: os de cima sobem e os debaixo descem, como denunciava uma música da Bahia na década passada. Nada mudou no governo de Lula quanto a isso.

Não aceite o prato de lentilhas

Essas coisas são sérias, pondere com calma.

Aborto, adoção de crianças por gays, fazer da prostituição uma profissão, o PL 122/2006, PNDH 3... São pautas anticristãs que não se discute entre petistas. As mentalidades que estão no Diretório do PT dizem aos seus membros que são questões fechadas, aprovar ou aprovar, e quem não concordar que abandone o partido ou será posto para fora à força. E isto já aconteceu com dois cristãos católicos, antigos petistas.

Como pode haver águas com sabores tão diferentes assim jorrando da mesma fonte?! Não há. O fato é que o PT é um partido anticristão, essa é a razão de agir assim, na contramão do que o cristianismo segue.

O cristão que cede seu voto ao PT, está tomando a mesma sopa de Esaú, o aparente crescimento da economia é o conteúdo saboroso do prato de lentilhas. É quente, é saboroso, mas acaba muito rapidamente. Mas a fome sempre volta. A herança lá no céu é valiosa e eterna, não podemos negociá-la.

Valorize o voto, cristão!

Profissionalizar o trabalho de prostitutas?! Quê isso? Oras, a prostituição é pecado. Não, o cristão deve desaprovar esse desejo petista, documentado no PNDH 3 com a assinatuta do presidente Lula - assinado em período de festas natalinas, subterfúgio político para que o ato passasse desapercebido de todos os brasileiros! Não esqueçamos tal assinatura quando ele aparecer no horário político eleitoral com voz mansa, rosto carismático, se dizendo à favor dos valores cristãos e pedir a você que vote em Dilma. Esperamos que ele prove ter mudado de opinião e rumos anticristãos rasgando em público o PNDH-3 ao som do Hino Nacional! (Risada).

Adoção de crianças por gays? O cristão, no momento de digitar seu voto, precisa levar em conta que o Criador criou a família heterossexual e deu somente a ela o poder da reprodução da espécie humana. Os bebês nascem apenas em relação heterossexual. O eleitor que dá seu voto aos políticos liberais, que lutam em favor das causas homossexuais, é sempre responsável espiritual e socialmente pelos ambientes infantís fora dos padrões que Deus criou às crianças se desenvolverem como cidadãs e almas (Cristo morreu por elas). As suas consequências como eleitor tem a ver com a eternidade, também!

A razão de eu pensar que o PSDB é uma alternatica ao PT: argumento simples e objetivo

Temos que colocar tudo na balança. Como o Pr Paschoal Piragine afirmou em seu pronunciamento no YouTube, os passos no Legislativo brasileiro são questões fechadas para o PT. O parlamentar petista eleito não tem voz e nem vez para mudar nada que seja anticristão. Votar em petistas é o mesmo que votar em político amarrado e amordaçado! É o desperdício de voto. Hoje em dia, ter esperança que o parlamentar petista agirá em favor de causas cristãs é esperar em vão.

Por quê? A cúpula do PT, o pessoal do Diretório petista, diz aos seus membros que é aprovar ou aprovar, o PL 122/2006, PNDH 3 (entenda-se: aborto, prisão de pastores que pregarem que homossexualismo é pecado, a regularização da prostituição como profissão, afrouxamento na penalização de pedófilos).

Essa é a diferença entre o PT e o PSDB. Os políticos cristãos peéssedebistas eleitos, têm liberdade para debater todos os assuntos, interna e externamente é um partido democrático. O voto cristão em políticos do PSDB é um voto que garante o debate democrático.

O peso político do voto cristão

Entendeu a diferença?

Acabou o tempo de brincar e arriscar. É tempo de amadurecer a consciência política dos cristãos. brasileiros. Não podemos alimentar mais essa ditadura petista. Ela não pode crescer mais. Se deixar crescer, o autoritarismo que está havendo lá dentro do partido sairá dos seus recôndidos e terá forças para dominar a todos nós brasileiros. Basta de ditadura no Brasil, gente!

Quem já votou no PT pondere sobre isso. É aceitável errar uma vez, mas insistir no que está errando é dar liberdade ao azar.

Publicado aqui por Éber Stevão

Nenhum comentário:

Postar um comentário