sexta-feira, 14 de maio de 2010

MORRENDO, SENDO SEPULTADO E RESSUSCITANDO COM CRISTO. A VERDADE SENDO PREGADA

Existe uma ABSURDA diferença entre pregar a Jesus Cristo e o alucinar na fé. Existem bispos pregando agora que passando por umas "portas consagradas no monte", você terá prosperidade, alegria, só vitórias, paz e tudo mais que alguém pode almejar por crer em Deus. O fato é que a verdade do Evangelho é COMPLETAMENTE outra.

Nós, reles mortais, somos chamados a desprezar nossas ambições terrenas, nos arrependendo dos nossos pecados e de todos os feitos que estiveram em conflito com a Verdade eterna de Deus, expressa em Cristo Jesus. Precisamos aceitá-lo como Senhor e único e suficiente Salvador.

Depois desse arrependimento de "morte" (espiritualmente falando), segue-se o enterro. Somos, então, "sepultados, juntamente com Ele - Cristo - no batismo" (Atos 8:39). Nosso batismo (imersão nas águas) representa o mesmo enterro de Cristo Jesus. Tanto Jesus (em Lucas 24:47) como Pedro (em Atos 2:38) orientaram que o batismo fosse realizado, fazendo uma associação divina entre a imersão na água do nosso corpo com o enterro físico de Cristo.


Logo a seguir, Jesus instruiu que fôssemos nascidos do Espírito. Ele disse assim aos seus discípulos: "até que do alto sejais revestidos do poder." (Lucas 24:49) Essa foi uma referência direta ao batismo com o Espírito Santo.

O Santo Espírito é próprio Espírito de Jesus Cristo. Assim como temos um espírito que nos dá "fôlego" de vida, Jesus também um Espírito poderoso dentro de Si que é o maravilhoso Espírito de Cristo. Sermos batizados com o Espírito Santo é o sinal inicial da nossa ressurreição espiritual para recebermos a vida eterna. Esse batismo é equivalente aquela nova vida de Cristo após ter ressuscitado da tumba. Primeiro nós morremos para nós mesmos, depois somos enterrados e, por fim, ressuscitamos para a vida eterna em Jesus Cristo.

Essa é a pura pregação do Evangelho de Cristo, que foi pregada por Ele mesmo.

Igreja de Jesus Cristo, livre-se desses falsos profetas que insistem em criar "mandingas" espirituais, simulando portas que você precisa passar para receber o milagre que "só" eles receberam de Deus por terem ido lá no monte consagrar essas mesmas portas denominadas: porta da fé (porta que passando, recebe-se a fé emprestada do bispo - alucinantemente doentio); da esperança (vai ver que se baseou no quadro criado pelo Sílvio Santos - http://pt.wikipedia.org/wiki/Porta_da_Esperan%C3%A7a) e dos céus (ainda, esses patifes denominados de "bispos" evangélicos insistem em citar a Bíblia - Gênesis 28:19b, momento em que Jacó vê a escada que descia dos céus - para justificarem a aberração de suas pregações). No final da "lambança cristã" que fazem, dizem "em nome de Jesus de Nazaré", como se fosse uma espécie de palavra mágica para selar a coisa toda.

Dizem pregar o evangelho, mas qual deles? Até Coco Chanel (isso mesmo, aquela da moda) tem um livro "O Evangelho de Coco Chanel (http://www.travessa.com.br/O_EVANGELHO_DE_COCO_CHANEL/artigo/c63324ea-0969-4ff6-90be-487e784889c1).

O pior, essas portas estão dispostas nas suas igrejas com luzes em cima, para afirmar que Deus vai dar a luz quando o povo ("...venham os evangélicos, católicos e espíritas..." dizem eles) passar por debaixo delas. PURA HERESIA!!!

"Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo." (João 1:9) Jesus disse "Eu sou a luz do mundo, quem vir até mim não andará em trevas." (João 8:12), viu bispo? Jesus também disse "Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á." (João 10:9a) Entendeu bispo?

Pregue a Verdade que está em Cristo Jesus e não essas suas falsas e diabólicas idéias! Deixe os católicos e espíritas onde estão na busca da Verdade, mas não os faça filhos da hairesis (do grego), como vocês são.

É isso aí.

Escrito aqui e publicado por Éber Stevão

Nenhum comentário:

Postar um comentário