sexta-feira, 23 de abril de 2010

QUANDO ACONTECERÁ O ARREBATAMENTO? PARTE II

É impressionante ver como os evangélicos desconhecem o assunto Arrebatamento. Se você fizer um teste na sua própria igreja, verá por si mesmo(a) que cada um tem uma opinião. Se a experiência não foi esta na sua igreja, peço encarecidamente que faça uma enquete em um retiro onde várias denominações estejam reunidas. Vai ficar surpreso, pois não há unanimidade nem mesmo sobre um assunto que diz respeito ao nosso encontro com Cristo.

E por que será que isso é assim? O que falta? Falta que os pastores/líderes ensinem a Bíblia e o que ela diz e não o que eles acham. Caso algum pastor esteja disposto a abrir as portas da sua igreja para que possamos ensinar o que este estudo diz sobre o arrebatamento, estamos à disposição, sempre.

Quando é a Primeira Ressurreição?

Apocalipse 20:4-5 "E vi tronos, e sentaram-se em cima deles, eo julgamento foi-lhes dado, e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não tinham adorado a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos, e viveram e reinaram com Cristo durante mil anos. Mas o resto dos mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram . Esta é a primeira ressurreição." (Ênfase minha)

Tenha muito cuidado para ver o que este versículo nos diz.

A primeira ressurreição inclui obrigatoriamente os santos que foram decapitados na Tribulação pelo testemunho de Jesus, que não adoraram a besta nem a sua imagem e não receberam o sinal (Marca) em suas testas. Eles eram aqueles que não eram judeus seculares e foram decapitados durante a Tribulação. Eles eram cristãos, degolados pelo testemunho de Jesus! E estes não são os cristãos que foram "deixados para trás." O arrebatamento e a primeira Ressurreição não terão ocorrido ainda.

Este é um fato muito importante! Apesar de ser muito popular, as coisas se dão ao contrário. O arrebatamento e a Primeira Ressurreição, não acontecerão antes da marca da Besta!

Ninguém vai ser "deixado para trás" por sete anos, porque ninguém vai a lugar nenhum, até que os sete anos estejam acabados! Várias escrituras confirmam isso. A Primeira Ressurreição/Arrebatamento ocorrerá após a Marca da Besta!

Este é o mesmo acontecimento que Paulo anunciou em I Tessalonicenses 4:16-17, quando "os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro: Então nós que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor."

O versículo 5, João conclui o pensamento. "Mas o resto dos mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição."

É extremamente importante que você procure pela verdade! Procure-a e estude-a, se ainda você não a vê.

Estes versos são cristalinos - a primeira e única vez que há uma ressurreição geral (com os "mortos em Cristo” ressuscitando) é depois da marca da Besta!

A segunda ressurreição não acontecerá até 1000 anos mais tarde, e NÃO sete anos mais tarde, como alguns querem fazer com que você creia. Este fato implica numa segunda situação, ele elimina totalmente a possibilidade de que alguém seja salvo em um (inexistente) período entre o Arrebatamento e a Segunda Vinda de Jesus. É absurdamente pregado que o Espírito Santo terá saído da terra, portanto, não estará mais atuante, e mesmo assim pessoas serão salvas nesse período. É interessante notar que a Jesus Cristo afirmou que em João 16:8 que é o Espírito Santo quem convence o mundo do pecado, do juízo e da justiça. Se o Espírito Santo não mais está, quem ficou no lugar dele?

Em termos simples, o Arrebatamento e a Primeira Ressurreição ocorrerão na Segunda Vinda de Jesus. Não haverá terceira vinda de Jesus. Vou mostrar isso claramente.

Não haverá outra ressurreição para os salvos depois dos 1.000 anos. Quando a ressureição ocorrer, ela incluirá todas as pessoas que não estavam na Primeira Ressurreição. Todos os santos mortos foram ressuscitados antes dos 1000 anos do reinado de Jesus Cristo.

Algumas pessoas pensam que serão arrebatadas antes da Tribulação. Eles são chamados de "pré-tribulacionistas". Aqueles que pensam que o arrebatamento ocorrerá depois da tribulação são chamados de "pós-tribulacionistas".

Estou mostrando aqui o único ponto de vista bíblico, "pós-tribulacionista".

Várias vezes fui abordado por um pré-tribulacionista: “Vocês pós-tribulacionistas podem perdurar pela Tribulação aqui, mas eu vou no arrebatamento!" Isso seria maravilhoso, se fosse bíblico e possível. Mas eu tenho examinado diligentemente as Escrituras tentando encontrar uma evidência do Arrebatamento "pré-tribulação", e até o momento, não encontrei uma se quer. Eu ficaria muito satisfeito se eu pessoalmente não tivesse que enfrentar a Grande Tribulação, mas as escrituras me dizem claramente que a Igreja estará na terra durante a Tribulação. O que posso fazer?

Segundo a Bíblia, não haverá nenhuma Ressurreição ou Arrebatamento antes que os santos recusem a Marca da Besta. Como vimos acima, os versos claramente dizem que a primeira ressurreição inclui os santos que resistiram a Marca da Besta. Aqueles versos nos mostram claramente apenas duas e não três ressurreições que ocorrerão em todo o tempo chamado existência:

Primeira - A ressurreição dos justos antes dos 1000 anos do Reino de Cristo.
Segunda - A ressurreição dos ímpios (o resto dos mortos), após a Milênio. "Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram." (Apocalipse 20:5a)

Alguns comentaristas da Bíblia vão lhe dizer que existem de três a oito arrebatamentos ou ressurreições. Eles contam Enoque, Elias e Jesus. Bem, esses são os fatos. Enoque simplesmente "não era, porque Deus o tomou." Isso foi um incidente isolado. Ele não morreu, por isso não foi ressuscitado.

"Os carros de Israel e seus cavaleiros" vieram buscar Elias. Outro caso isolado nas Escrituras. Ele também não morreu, então ele não pode ter ressuscitado.

De Betânia, no Monte das Oliveiras, Jesus ascendeu até as nuvens com os anjos, quarenta dias depois da Sua ressurreição. Ele se tornou “a primícia” dos mortos.

Mas a única verdadeira, Ressurreição Geral de todos os justos de todas as idades é o único evento que irá ocorrer quando Jesus aparecer nos céus para os receber no ar. "E assim estaremos para sempre com o Senhor."

Essa ressurreição incluirá os santos que estão vivos na terra naquele momento (aqueles que sobreviveram aos horrores do Anticristo e a Marca da Besta), além de todos os santos que foram recentemente martirizados, mais todos os justos mortos em todas as épocas.

Isso não é algo que você pode jogar com semântica ou fazer jogo de palavras. Está claramente descrito nas Escrituras.

A Igreja continuará na terra quando o Anticristo entrar em cena e vai ser confrontada com a Marca da Besta, a qual deverá recusar. Alguns santos vão morrer por recusarem a receber a Marca, enquanto outros vão sobreviver esses tempos de perseguição.

Aqueles que sobreviverem testemunharão a Abominação da Desolação no meio da septuagésima semana de Daniel (Daniel 9), a fuga de Israel da Judéia (erroneamente chamada de "West Bank"), a implementação da Marca da Besta, a guerra da Sexta Trombeta e os 42 meses da Grande Tribulação (também chamado de "Tormento de Jacó"). Finalmente, eles verão Jesus vindo sobre as nuvens para os ajuntar (o "Arrebatamento"), imediatamente antes do Armagedom.

A Abominação da Desolação (Daniel 9:27) é o evento que desencadeia os 42 meses finais da tribulação: “E ele fará um pacto firme com muitos por uma semana; e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador; e até a destruição determinada, a qual será derramada sobre o assolador.”

A Abominação ocorrerá na metade, 3 1/2 anos, daquele semana de 7 anos.

Um argumento bem comum dito por muitos, inclusive pastores, é este: "Mas Deus disse que não somos nomeados para a sua ira!" Outra versão dessa objeção vai desta forma: "Eu não posso acreditar que Jesus baterá na sua esposa antes que Ele venha levá-la!" Ambas as declarações são baseadas em um mal-entendido da definição do que é a Ira de Deus versus Tribulação. Esses não são os mesmos temas.

Os santos de Deus certamente não são apontados para a Ira de Deus! A igreja não será o objeto da Ira de Deus, quando as sete taças da Ira de Deus (explicadas em Apocalipse 16) forem derramadas no final dos sete anos.

O mal-entendido, quase universal, gira em torno do fato de que a maioria das pessoas utiliza os termos "Grande Tribulação" de forma intercambiável com a “Ira de Deus". Mais uma vez, esses não são os mesmos eventos. A Grande Tribulação é um evento de 42 meses e a Ira de Deus inclui as Sete Taças e o Armagedon. A igreja vai passar pela Grande Tribulação, mas não terá que suportar a Ira de Deus. Vou explicar isso mais abaixo.

O arrebatamento ocorrerá durante o Sétimo Selo, a Sétima Trombeta e a Sétima Taça do Apocalipse. Os selos, as trombetas e as taças são eventos que aparecem juntos no Armagedom.

Deus começará a separação dos ímpios dos justos quando os sete anos chegarem ao fim. Deus está planejando fazer duas colheitas separadas na terra. Ele vai juntar seus santos no que é chamado de "A colheita do Trigo" e vai separar os maus para outra safra chamada "As Uvas da Ira".

Ambas as colheitas ocorrem em aproximadamente o mesmo tempo:
1. A Colheita do Justo é o Arrebatamento/Primeira Ressurreição (que é a Segunda Vinda de Cristo).
2. A colheita dos ímpios é a coleta de inimigos de Israel para a destruição no Armagedom.

Ao mesmo tempo, Deus está reunindo os povos ímpios da terra para o "lagar da sua ira", no Armagedom. A Igreja será juntada com Jesus Cristo no céu, e, no mesmo dia, descerão juntos para a grande batalha do Armagedom, onde a Besta e o Falso Profeta serão derrotados.

Logo que estas duas colheitas estejam completas, o reino milenar de Jesus Cristo começará.

O material a seguir apresenta as Escrituras que ensinam as conclusões acima. Você verá a seguinte seqüência em Daniel, Mateus, Lucas, 1 Tessalonicenses e Apocalipse.

1. Um pacto de sete anos será confirmado sobre o status do Estado de Israel (provavelmente ligado à declaração de algum Estado palestino);
2. O Anticristo vai cometer a Abominação da Desolação no Terceiro Templo no meio dos sete anos;
3. A Grande Tribulação ou o Tormento de Jacó começa, na segunda metade, com duração de 42 meses;
4. A Colheita do Trigo - o Arrebatamento e Primeira Ressurreição dos Santos na Segunda Vinda de Jesus;
5. A Colheita do Joio - Os ímpios serão reunidos para a destruição no Armagedom;
6. A batalha de Armagedom e a ira de Deus (no final dos sete anos);
7. Reino de Cristo começa em Jerusalém, a Ceia das Bodas do Cordeiro.

Escrito e publicado aqui por Éber Stevão

Um comentário:

  1. Parabéns pelo trabalho no blog. Já estou seguindo.

    Aproveito para lhe convidar a conhecer o meu blog, e se desejar segui-lo, será uma honra.

    Seus comentários também serão muito bem-vindos.

    www.adonainews.com.br

    Vicente Lino da Natividade Apelidado: NEL

    ResponderExcluir