segunda-feira, 5 de abril de 2010

ALERTA ÀS 7 IGREJAS DO APOCALIPSE - ONDE VOCÊ SE ENQUADRA?

O Espírito Santo de Deus orienta o apóstolo João, no Apocalipse, a escrever às 7 igrejas que representam a totalidade das igrejas que “professam” seguir a Jesus Cristo. Sabemos que o tempo para essas igrejas viverem a verdade que foi predita acerca delas mesmas já chegou. Você, evangélico ou católico, que crê no Salvador Jesus, certamente se enquadra em alguma delas.

Precisamos saber onde nos achamos entre elas, a fim de firmarmos nossas convicções, permanecendo fiéis até o fim ou reconhecermos nossos pecados, nos arrependermos para estarmos prontos à volta de Cristo Jesus.

As descrições das igrejas foi feita pelo próprio Senhor da Igreja, portanto, Ele conhece muito bem aquilo que está afirmando e alertando. Portanto, não endureçamos nossos corações.

As referências estão dissociadas, porque recebem enfoques específicos, porém é possível juntá-las todas compondo uma única Igreja do Senhor Jesus – a Igreja que ouve ao Espírito Santo e que segue os Ensinamentos de Cristo Jesus.

Obviamente que a mensagem que Jesus tem a cada igreja deve antes ser conhecida pelo seu líder/pastor. Toda mensagem de Deus precisa ter efeito, primeiro, no coração do líder, a fim de levar a igreja até ao local que Cristo almeja que todos estejam. Por isso, e biblicamente sabemos disso, que o julgamento dessa liderança será muito mais rigoroso. De qualquer forma, a ênfase final da mensagem é para toda a igreja e não apenas para o líder e ninguém poderá se desculpar dizendo que não ouviu/seguiu por culpa do seu líder/pastor.

As igrejas listadas no segundo e terceiro capítulo do livro de Apocalipse são: Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Filadélfia, Laodicéia e Sardes. A descrição de cada uma, seu problema e a aplicação textual segue-se abaixo.

Igreja de Éfeso
“Escreve ao anjo da igreja que está em Éfeso: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete castiçais de ouro: Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência, e que não podes sofrer os maus; e puseste à prova os que dizem ser apóstolos, e o não são, e tu os achaste mentirosos. E sofreste, e tens paciência; e trabalhaste pelo meu nome, e não te cansaste. Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres. Tens, porém, isto: que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus.” (Apocalipse 2:1-7)

Problema com a igreja de Éfeso
Seus membros são pacienciosos, realmente trabalham pelo nome de Cristo e odeiam a divisão que separa as pessoas em líderes “espirituais” e membros leigos – “carnais”. Porém, apesar de tudo, deixaram o primeiro amor. Eles amam mais as coisas do mundo do que ao Senhor Jesus Cristo, não praticando mais as obras que são decorrentes desse amor genuíno ao Mestre. O Senhor diz que essa igreja “caiu”.

Cristo chama essa igreja ao arrependimento.

O Espírito Santo, ainda, está dizendo “Me escutem...”

Ênfase textual - De nada adianta trabalhar pelo nome de Cristo Jesus e deixar o amor genuíno, aquele amor de quando nos entregamos a Ele de corpo, alma e espírito, de lado. De nada adianta lutar para que a igreja não tenha um primeiro escalão de “espirituais” e um segundo grupo de “carnais” – gentália, se não mais o amamos ardentemente a tal ponto de até morrermos por Ele, se necessário for (chegará um momento que será).

Igreja de Esmirna
“E ao anjo da igreja que está em Esmirna, escreve: Isto diz o primeiro e o último, que foi morto, e reviveu: Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás. Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: O que vencer não receberá o dano da segunda morte.” (Apocalipse 2:8-11)

Problema com a igreja de Esmirna
Na verdade, ela não tem problema algum. Os membros dessa igreja são humildes, vivem sob tribulação, são pobres e constantemente são blasfemados pelos filhos do diabo. Irá sofrer, penar, mais vai valer a pena, pois seus membros receberão a coroa da vida eterna e não morrerão pela segunda vez.

Só existe um alerta a eles dado: “continuem fiéis até o final.”

O Espírito Santo, ainda, está dizendo “Me escutem...”

Ênfase textual - Se não perseverarmos até o fim, de nada terá valido servir a Cristo, pois não teremos a vida eterna.

Igreja de Pérgamo
“E ao anjo da igreja que está em Pérgamo escreve: Isto diz aquele que tem a espada aguda de dois fios: Conheço as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o meu nome, e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita. Mas algumas poucas coisas tenho contra ti, porque tens lá os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, para que comessem dos sacrifícios da idolatria, e se prostituíssem. Assim tens também os que seguem a doutrina dos nicolaítas, o que eu odeio. Arrepende-te, pois, quando não em breve virei a ti, e contra eles batalharei com a espada da minha boca. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.” (Apocalipse 2:12-17)

Problema com a igreja de Pérgamo
Os membros dessa igreja levam o nome de Cristo, não negam a fé nEle, mas entre esses membros, existem os que seguem a doutrina diabólica de Balaão – sacrifícios de idolatria para se prostituírem a outros deuses. Ainda, outros membros preferem seguir a doutrina dos nicolaítas. Essa doutrina ensina que a igreja é formada por dois grupos de pessoas: a) Os nicos = que são pessoas superiores, os da liderança; os que são espirituais; os que pertenciam ao alto escalão. b) Os laicos, que são os membros comuns; os leigos; as pessoas inferiores; o resto do povo – o famoso povão.

Lembrem-se como o Espírito Santo se refere ao sentimento de Deus a essa maneira de conduzir Sua igreja: “Eu odeio a doutrina dos nicolaítas...”

Foi por isso que Jesus Cristo também condenou esta doutrina: “Mas eles calaram-se; porque pelo caminho tinham disputado entre si qual era o maior. E ele, assentando-se, chamou os doze, e disse-lhes: Se alguém quiser ser o primeiro, será o derradeiro de todos e o servo de todos." (Marcos 9:34-35)

O Espírito Santo, ainda, está dizendo “Me escutem...”

Ênfase textual – De nada adianta não negar a fé em Cristo, mas fazer sacrifícios de idolatria – ser idólatra. Podemos idolatrar muitas coisas e, principalmente, pessoas. De nada adianta levar a bandeira do Senhor Jesus, mas fazer divisões dentro da própria igreja entre aqueles se acham “espirituais” e os denominados “leigos”.

Cristo chama essa igreja ao arrependimento, pois do contrário Ele mesmo lutará contra seus membros e os vencerá condenando-os à morte eterna.

Igreja de Tiatira
“E ao anjo da igreja de Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem seus olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes ao latão reluzente: Eu conheço as tuas obras, e o teu amor, e o teu serviço, e a tua fé, e a tua paciência, e que as tuas últimas obras são mais do que as primeiras. Mas tenho contra ti que toleras Jezabel, mulher que se diz profetisa, ensinar e enganar os meus servos, para que se prostituam e comam dos sacrifícios da idolatria. E dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua prostituição; e não se arrependeu. Eis que a porei numa cama, e sobre os que adulteram com ela virá grande tribulação, se não se arrependerem das suas obras. E ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda os rins e os corações. E darei a cada um de vós segundo as vossas obras. Mas eu vos digo a vós, e aos restantes que estão em Tiatira, a todos quantos não têm esta doutrina, e não conheceram, como dizem, as profundezas de Satanás, que outra carga vos não porei. Mas o que tendes, retende-o até que eu venha. E ao que vencer, e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações, E com vara de ferro as regerá; e serão quebradas como vasos de oleiro; como também recebi de meu Pai. E dar-lhe-ei a estrela da manhã. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” (Apocalipse 2:18 a 3:2)

Problema com a igreja de Tiatira
Esta igreja é composta de pessoas que amam a Cristo de verdade, tanto que suas obras atuais são maiores do que aquelas que faziam quando conheceram a Jesus. São pacienciosos e colocam sua fé no Senhor. Porém, toleram uma mulher que fica profetizando para guiar o povo. Ao invés do povo ler e crer na Palavra de Deus, preferem ser idólatras seguindo conselhos de homens. Adoram correr de culto em culto, igreja em igreja, movimento em movimento, esperando que alguém, algum(a) profeta(a) lhes traga uma palavra. A condenação não será apenas sobre aqueles que preferem viver desta forma – serem guiados por homens/mulheres que se dizem profetas de Deus -, mas também sobre seus filhos e suas filhas.

Cristo chama essa igreja ao arrependimento.

O Espírito Santo, ainda, está dizendo “Me escutem...”

Ênfase textual – De nada adianta amar a Jesus, levar seu nome no peito, carregar sua bandeira, fazer obras infindáveis, ter fé no Senhor, mas preferir andar pelas vozes de profecias de homens/mulheres e não pela verdade contida na Palavra de Deus.

Igreja de Filadélfia
“E ao anjo da igreja que está em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre: Conheço as tuas obras; eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome. Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo. Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre todo o mundo, para provar os que habitam na terra. Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” (Apocalipse 3:3-9)

Problema com a igreja de Filadélfia
Assim como a igreja de Esmirna, essa igreja não tem problema algum. Os seus membros guardam a palavra de Deus, são pacienciosos em esperar nas promessas de Cristo dadas na sua Palavra. Não negam o nome do Senhor, apesar de sentirem-se fracos.

Um destaque especial é dado aos membros dessa igreja: serão guardados na hora da provação que há de vir sobre toda a terra. Não tenho dúvidas de que essa provação acontecerá nos dias da grande tribulação. Esses serão guardados pelo próprio Senhor. Aleluia.

Há um alerta de Jesus: “guarda o que tens para que ninguém tome a tua coroa...”

O Espírito Santo, ainda, está dizendo “Me escutem...”

Ênfase textual – De nada adianta perseverarmos na constância da leitura e crença na Palavra de Deus, se deixarmos, um pouco mais a frente, que nos roubem tudo aquilo que o próprio Senhor Jesus colocou nas nossas mãos, para no final recebermos a coroa da vida eterna.

Igreja de Laodicéia
“E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas. Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te. Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo. Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” (Apocalipse 3:10-18)

Problema com a igreja de Laodicéia
Os membros dessa igreja são daqueles que não fedem nem cheiram bem; não afirmam nem negam; preferem ficar em cima do muro, indo conforme a maré os leva. Preferem achar que o seu “evangelho” os tornou ricos, que tudo obtiveram com o “negócio” chamado Cristo; são aqueles que aceitam convenientemente o mercantilismo da fé; aqueles que obtiveram bens e riquezas mas nunca passaram pelo fogo de Deus para serem purificados.

Cristo chama essas pessoas ao arrependimento a fim de serem vestidas com roupas brancas para as bodas do Cordeiro. Essas vestes brancas são exigidas para esse maravilhoso evento, conforme está descrito em Mateus 22:1-14. Do contrário, estarão nuas ou vestidas inadequadamente para adentrar a festa Celestial. “E o rei, entrando para ver os convidados, viu ali um homem que não estava trajado com veste de núpcias. E disse-lhe: Amigo, como entraste aqui, não tendo veste nupcial? E ele emudeceu. Disse, então, o rei aos servos: Amarrai-o de pés e mãos, levai-o, e lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes. Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.” (Mateus 22:11-14)

Jesus pede que seus olhos sejam ungidos com colírio para que vejam a verdade bíblica de Deus, a fim de que quando lerem, seus olhos lhes sejam abertos para crer em tudo o que a Palavra de Deus afirma.

O Espírito Santo, ainda, está dizendo “Me escutem...”

Ênfase textual – De nada adianta dizer que é um cristão, ir à igreja, reclamar os benefícios e as promessas de prosperidade material de Deus, se uma posição firme não for tomada acerca de crer na verdade bíblica do Senhor Jesus Cristo e esperar pacientemente pela vinda dEle.

Igreja de Sardes
“E ao anjo da igreja que está em Sardes escreve: Isto diz o que tem os sete espíritos de Deus, e as sete estrelas: Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives, e estás morto. Sê vigilante, e confirma os restantes, que estavam para morrer; porque não achei as tuas obras perfeitas diante de Deus. Lembra-te, pois, do que tens recebido e ouvido, e guarda-o, e arrepende-te. E, se não vigiares, virei sobre ti como um ladrão, e não saberás a que hora sobre ti virei. Mas também tens em Sardes algumas pessoas que não contaminaram suas vestes, e comigo andarão de branco; porquanto são dignas disso.” (Apocalipse 3:19-22)

Problema com a igreja de Sardes
Os membros dessa igreja, não todos, são seguidores de Cristo apenas de fachada; dizem-se “cristãos”; fazem obras apenas para cumprir um ritual religioso. O fato é que estão mortos e nem sabem. Não nasceram de novo, nem da água nem do espírito, e portanto, não podem adentrar o reino dos céus, como bem afirmou Jesus em João 3:1-21 “Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.” (João 3:3)

Cristo Jesus chama esses membros para que se arrependam, pois do contrário serão assaltados no dia da volta do Senhor, não discernindo os tempos do fim que logo, logo se aproxima.

O Espírito Santo, ainda, está dizendo “Me escutem...”

Ênfase textual – De nada adianta chamar-se cristão e não ter nascido de novo; não ter aceito a Jesus Cristo como Salvador pessoal. De nada valem obras mortas, apenas para livrar uma consciência religiosa. De nada vale ser um cristão nominal e nunca ter seguido os ensinamentos de Jesus, pois um dia será essa pessoa será assaltada com sua volta e receberá a pena eterna que lhe cabe.

Que o Espírito Santo possa nos convencer acerca da nossa posição em Cristo Jesus, da verdade de Deus expressa no seu Filho e nos firmar cada dia mais na Rocha Eterna. Cristo logo vem. Amém, maranata vem Senhor Jesus.

É isso aí.

Escrito e publicado aqui por Éber Stevão

Nenhum comentário:

Postar um comentário