sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

HOMOSSEXUAIS EVANGÉLICOS, ISSO EXISTE?

Alguns tem me pedido para escrever algo sobre os homossexuais, os debates que tem surgido na TV e internet (youtube) e a nova lei PL 122/06 (Lei anti-homofobia). Acho que esse tema está bem claro na Biblia e assim também deve estar para os cristãos. Não há muito o que se debater. Vamos ler dois textos bíblicos:

“Assim Deus criou o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou. Macho e fêmea os criou” (Gênesis 1.27).

“Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si. Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém. Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm; Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade.” (Romanos 1:22-29 – ênfase minha)

O homem e a mulher possuem órgãos genitais específicos para a reprodução e perpetuação da espécie. Deus não criou um ser humano que pudesse assumir funções incompatíveis com a natureza do seu ser. Deus não criou um homem com possibilidades sexuais de desempenhar o papel da mulher no ato sexual, nem tampouco o oposto para a mulher. O que realmente acontece é que a natureza pecaminosa do homem desde o Éden, o coloca em rebeldia contra o Criador. Com a atuação satânica, o ser humano perpetua sua rebeldia contra Deus e sua Palavra. Surgem assim, as perversões na área sexual. O homossexualismo é ambos, uma perversão e rebeldia.

Eu particularmente creio que o homossexualismo, como vários outros desvios sexuais, tem origem em possessões demoníacas, ou pelo menos incitações de demônios que vigiam e vivem ao lado de pessoas que denomino de companhia. Essa possessão ou companhia maligna pode ter sua origem, muito cedo na infância através de um trauma – psicológico - (ex.: molestação física), ou até mesmo desde o ventre materno, quando uma mãe consagra seu(sua) filho(a) ao diabo. Portanto, não é apenas um desvio de conduta, é uma perturbação maligna, que traz, inerentemente, uma perturbação mental. Mas essa é minha opinião que pouco importa. Quem é a regra e a assumidade nesse assunto é a Palavra de Deus, a saber a Bíblia. É aquela mesma, de capa preta, branca, marrom, etc.

Temos ouvido e assistido vários debates entre verdadeiros pastores evangélicos e dois sujeitos chamados Marcos Gladstone e Fábio Inácio, que se dizem casados e se intitulam como pastores evangélicos, além de terem uma igreja evangélica para gays chamada Igreja Cristã Contemporânea - Sem Preconceitos.



Que fique bem claro a todos cristãos ou não, esses dois indivíduos podem pertencer a qualquer outra religião, menos se passarem por evangélicos, pois não seguem a Palavra de Deus. Eles podem até achar que a igreja que abriram é evangélica, mas a verdade é que eles não fazem parte dos evangélicos, não são aceitos pelos evangélicos como igreja tampouco como pastores. O Marcos Gladstone pode ter feito o curso superior de Teologia, mas isso não o faz um pastor evangélico, de forma alguma.

Em breve essa igreja deles estará cheia de membros? Com certeza, porém esses líderes homossexuais são cegos guiando cegos e caminharão juntos para o lago de enxofre. Eles todos terão perdão até o último minuto antes da volta do Senhor Jesus Cristo, porém logo após, receberão a condenação eterna que lhes cabe.

Mas como dizer isso, Éber? Que falta de amor cristão para com eles! Porém, veja o que Deus diz na sua Viva Palavra:

"Não sabeis que os injustos não hão de herdar o Reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o Reino de Deus." (1 Coríntios 6:9-10 – ênfase minha)

"Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus" (Galátas 5:19-21)

Deveremos julgá-los? Não. Devemos orar para que Deus tenha misericórdia dessas vidas que estão sendo subjugadas por satanás. Estão sendo fantoches nas mãos do diabo. Acham que estão servindo a Deus acolhendo e amando os gays e as lésbicas, porém não pregam para que eles se arrependam e deixem seus maus caminhos. Pagarão um alto preço por isso. As igrejas evangélicas sempre acolheram com amor os pobres, as prostitutas, os drogados, os homossexuais, os órfãos, etc. Nada mudou, tudo continua igual. Sempre acolheram, ajudaram, porém reorientaram essas vidas para assumirem uma vida reta diante dos olhos de Deus.

Lembro-me desde minha infância muito tenra que meu pai, nos idos de 70, criou a primeira casa para recuperação de viciados em droga de Curitiba, sem ajuda de qualquer entidade evangélica ou governamental. O lema era “As drogas matam, Cristo liberta” e havia um desenho do guitarrista Jimmy Hendrix junto ao adesivo que propalava o tema da casa de recuperação.

Uns são chamados para ajudar os pobres, outros a acolher os órfãos, outros ainda a buscar aos homossexuais, etc. Aqueles que aceitaram a Jesus Cristo como seu Salvador pessoal e seguem sua Palavra, são chamados para amarem ao próximo, independente em que condição esteja, seja ele viciado, gay ou ladrão, porém, também são incumbidos, pela própria Palavra de Deus, a ajudarem essas pobres almas a receberem o perdão completo de Deus em seus corações, a fim de deixarem seus caminhos de pecado, perversão e malignidade pela quebra das obras de satanás em suas vidas, através do poder que há no sangue de Jesus Cristo. Amém

No sexto parágrafo acima, temos duas mentiras em uma frase só. Primeiro, não existe lei no Brasil que aprova ou reconhece o casamento homossexual. Portanto, perante a lei, os dois nem mesmo constituem uma união estável, coisa aplicável a duas pessoas de sexo oposto. Segundo, eles se denominam evangélicos e gays. Não existe tal coisa no meio social onde a Bíblia, a Palavra de Deus, é a regra de fé e vida.

Como existe um desvio emocional em toda concepção homossexual, e eles se dizendo casados e que construirão uma família, gostaria de deixar para o Marcos Gladstone o Fábio Inácio, uma perguntinha básica: "Quero saber qual de vocês vai conceber, em seu útero, um novo descendente?" Vão adotar? O projeto de Deus para os seres humanos é a família. Esse plano de vocês é um PROJETO ESTÉRIL, uma mentira de satanás para suas vidas; é engodo. Caiam fora enquanto há tempo.Vazem!

Como vimos no segundo parágrafo acima, no princípio de tudo, Deus criou o ser humano, macho e fêmea para se reproduzirem e encherem a terra. Deus não criou um ser híbrido chamado homossexual. A homossexualidade é um desvio de conduta, deixando o natural, que é a união entre um homem e uma mulher que perpetuam a vida sobre a face da terra.

A humanidade só chegou onde estamos porque houve relacionamentos heterossexuais. Se a partir de hoje, não existisse mais nenhum relacionamento entre pessoas do sexo oposto, a humanidade desapareceria da face da terra em apenas 1 geração.

Assim sendo, me parece bem claro. A Bíblia não apóia nenhuma conduta homossexual. Os textos bíblicos acima falam da nossa natureza biológica (criação divina) e o texto bíblico que segue abaixo, da nossa nova natureza, agora nascida com Cristo Jesus. Natureza nova que não nos faz mais servos do pecado no nosso corpo mortal.

“Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos. S abendo que, tendo sido Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre ele. Pois, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus. Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências. Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniqüidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça. Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça. Pois que? Pecaremos porque não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça? De modo nenhum. Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça? Mas graças a Deus que, tendo sido servos do pecado, obedecestes de coração à forma de doutrina a que fostes entregues. E, libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça. Falo como homem, pela fraqueza da vossa carne; pois que, assim como apresentastes os vossos membros para servirem à imundícia, e à maldade para maldade, assim apresentai agora os vossos membros para servirem à justiça para santificação. Porque, quando éreis servos do pecado, estáveis livres da justiça. E que fruto tínheis então das coisas de que agora vos envergonhais? Porque o fim delas é a morte. Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna. Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.” (Romanos 6:8-23 – ênfase minha)

Então, devem os cristãos continuar pregando contra o homossexualismo? Obviamente que sim, e sempre, pois a Bíblia está acima de qualquer lei criada pelos homens. Se isso resultar em perseguições e prisões, não há problemas, pois Jesus Cristo mesmo nos alertou que passaremos por isso. Iremos ceder e acobertar a homossexualidade? Em hipótese alguma. Assim sendo, a Lei PL 122/06 AGRIDE a liberdade dos cristãos e pastores evangélicos que constitucionalmente possuem para pregar a Palavra de Deus.

Escrito e publicado aqui por Éber Stevão

Nenhum comentário:

Postar um comentário