sábado, 27 de fevereiro de 2010

ÁRABE ALGERIANO ACEITA A JESUS CRISTO EM PROGRAMA AO VIVO

Neste vídeo, um mulçumano da Algéria faz a sua confissão de fé para aceitar a Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, no programa ao vivo chamado Islam Explained que é transmitido para todo o mundo árabe.



Publicado aqui por Éber Stevão

SAUDITA ACEITA A JESUS CRISTO EM PROGRAMA AO VIVO

Neste vídeo, um mulçumano da Arábia Saudita aceita a Jesus Cristo no programa ao vivo. Veja a parte final onde uma oração é feita em conjunto com um dos apresentadores e o Saudita. É tocante a ponto se sentir a presença do E.S.



Publicado aqui por Éber Stevão

MARROQUINA ACEITA A CRISTO EM PROGRAMA AO VIVO

Para aqueles que sabem ler em inglês, sugiro que vejam o vídeo abaixo. É comovente ver o quanto o povo árabe está sendento pela Palavra de Deus e por ter um encontro com Jesus Cristo. O programa é apresentado para todo mundo árabe. Muitos mulçumanos estão conhecendo a Jesus como seu Salvador pessoal. Nesse vídeo, uma Marroquina que vive na Inglaterra aceita a Cristo.



Postado aqui por Éber Stevão

MAIS UMA DA IGREJA UNIVERSAL!

É incrível como a mentira e o engano são apregoados através da rádio da Igreja Universal. Pregar a Palavra de Deus? Isso nunca. É sempre a mesma coisa. Os pastores da Universal pegam um texto bíblico qualquer, o tiram total e literalmente do contexto para promoverem seus cultos.

Quer um exemplo disso?

Nessa sexta-feira (26/02/2010), de noite, o Pr. Alexandre anunciou na rádio assim: "Porque meu amigo, minha amiga, a Palavra diz que à meia noite as nações são afligidas por forças ocultas. Portanto, hoje estaremos fazendo a oração da meia noite, para você ser coberto pela veste sagrada, a fim de ficar protegido pela frente e por trás. Também traga um par de sapatos para nós ungirmos para você andar para frente".

Prezado Pr. Alexandre, só se na sua Bíblia isso está escrito. Na Bíblia dos evangélicos, do mundo todo, esse texto não existe. Então, pare de inventar o que não está escrito na Palavra de Deus.

Desde quando existe veste sagrada que nos é dada por oração de alguém? Que bagunça é essa? Que misticismo diabólico é esse? Tornou-se o Evangelho de Cristo uma mandiga aparatológica que se mistura com folhas de arruda e coloca-se atrás da orelha para expiar "mau olhado", "olho gordo" e "inveja" (como vocês também pregam que existe)?

Olha aqui meu irmão, se é que posso lhe chamar assim, Jesus Cristo é a nossa sorte, nossa proteção. É a Ele que o diabo treme e foge diante do poder e da glória do Rei Eterno, poderoso Senhor de todo o céu e toda a terra.

Não precisa inventar algo para acalmar os irmãos acerca das astutas ciladas de satanás contra nós. Deus já pensou nisso, e nos ensina que Ele mesmo dará ordem aos seus anjos para nos proteger. Onde está isso na Bíblia? Leia Salmo 91:11 "Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos." E se não ficou satisfeito, tem mais: "Eles (os anjos) se acampam ao redor daqueles que temem a Deus e os livra." (Salmos 34:7).

Aproveitando o ensejo, segue abaixo o Salmo 91 inteiro, quem sabe seja bem melhor confiar em Deus do que nas mandigas "Universais".

Salmo 91
1. AQUELE que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.
2. Direi do SENHOR: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.
3. Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.
4. Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.
5. Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,
6. Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia.
7. Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.
8. Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios.
9. Porque tu, ó SENHOR, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação.
10. Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.
11. Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.
12. Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra.
13. Pisarás o leão e a cobra; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente.
14. Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome.
15. Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei.
16. Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação.

Outra coisa, andar para frente pastor? Ninguém é curupira. Ensine direito a Palavra. Diga para as pessoas se arrependerem dos seus pecados, deixarem seus maus caminhos, crerem e amarem a Jesus Cristo de todo seu coração e viverem uma vida digna de filhos de Deus, como nos orienta o apóstolo Pedro. Ensine as Palavras de Jesus Cristo que estão em Mateus 5:16 "Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus."

Mande o povo ler a BÍBLIA, pastor!

Olha, ensina a Palavra de Deus e não as suas heresias fantasiosas para aliciar membros. Vocês percorrem o mundo para fazer um prosélito e o fazem mais filhos do diabo do que vocês mesmos!

Por que criticar essa palavra que pregam? Porque aos que creem em Jesus, nos é imposto pregar a Voz escrita de Deus. Ela que precisa ser ensinada, só por isso. O resto é coisa da cabeça humana e o argumento humano é menor do que o argumento de satanás. Sendo assim, precisamos de algo maior. Maior do que o inimigo só o poder da ressureição do nosso Senhor Jesus Cristo, aquele que tem escrito na sua coxa "Rei dos reis e Senhor dos senhores." (Apocalipse 19:16)

É isso aí. Caso queira, pr. Alexandre, me convidar para debater a Bíblia contigo na sua rádio, estou disponível sempre.

Escrito e publicado aqui por Éber Stevão

HOMOSSEXUAIS EVANGÉLICOS, ISSO EXISTE? YOU TUBE

Veja agora www.tempodagracadedeus.blogspot no You Tube.



Ajude a divulgar. Fique na paz.

Éber Stevão

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

HOMOSSEXUAIS EVANGÉLICOS, ISSO EXISTE?

Alguns tem me pedido para escrever algo sobre os homossexuais, os debates que tem surgido na TV e internet (youtube) e a nova lei PL 122/06 (Lei anti-homofobia). Acho que esse tema está bem claro na Biblia e assim também deve estar para os cristãos. Não há muito o que se debater. Vamos ler dois textos bíblicos:

“Assim Deus criou o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou. Macho e fêmea os criou” (Gênesis 1.27).

“Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si. Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém. Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm; Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade.” (Romanos 1:22-29 – ênfase minha)

O homem e a mulher possuem órgãos genitais específicos para a reprodução e perpetuação da espécie. Deus não criou um ser humano que pudesse assumir funções incompatíveis com a natureza do seu ser. Deus não criou um homem com possibilidades sexuais de desempenhar o papel da mulher no ato sexual, nem tampouco o oposto para a mulher. O que realmente acontece é que a natureza pecaminosa do homem desde o Éden, o coloca em rebeldia contra o Criador. Com a atuação satânica, o ser humano perpetua sua rebeldia contra Deus e sua Palavra. Surgem assim, as perversões na área sexual. O homossexualismo é ambos, uma perversão e rebeldia.

Eu particularmente creio que o homossexualismo, como vários outros desvios sexuais, tem origem em possessões demoníacas, ou pelo menos incitações de demônios que vigiam e vivem ao lado de pessoas que denomino de companhia. Essa possessão ou companhia maligna pode ter sua origem, muito cedo na infância através de um trauma – psicológico - (ex.: molestação física), ou até mesmo desde o ventre materno, quando uma mãe consagra seu(sua) filho(a) ao diabo. Portanto, não é apenas um desvio de conduta, é uma perturbação maligna, que traz, inerentemente, uma perturbação mental. Mas essa é minha opinião que pouco importa. Quem é a regra e a assumidade nesse assunto é a Palavra de Deus, a saber a Bíblia. É aquela mesma, de capa preta, branca, marrom, etc.

Temos ouvido e assistido vários debates entre verdadeiros pastores evangélicos e dois sujeitos chamados Marcos Gladstone e Fábio Inácio, que se dizem casados e se intitulam como pastores evangélicos, além de terem uma igreja evangélica para gays chamada Igreja Cristã Contemporânea - Sem Preconceitos.



Que fique bem claro a todos cristãos ou não, esses dois indivíduos podem pertencer a qualquer outra religião, menos se passarem por evangélicos, pois não seguem a Palavra de Deus. Eles podem até achar que a igreja que abriram é evangélica, mas a verdade é que eles não fazem parte dos evangélicos, não são aceitos pelos evangélicos como igreja tampouco como pastores. O Marcos Gladstone pode ter feito o curso superior de Teologia, mas isso não o faz um pastor evangélico, de forma alguma.

Em breve essa igreja deles estará cheia de membros? Com certeza, porém esses líderes homossexuais são cegos guiando cegos e caminharão juntos para o lago de enxofre. Eles todos terão perdão até o último minuto antes da volta do Senhor Jesus Cristo, porém logo após, receberão a condenação eterna que lhes cabe.

Mas como dizer isso, Éber? Que falta de amor cristão para com eles! Porém, veja o que Deus diz na sua Viva Palavra:

"Não sabeis que os injustos não hão de herdar o Reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o Reino de Deus." (1 Coríntios 6:9-10 – ênfase minha)

"Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus" (Galátas 5:19-21)

Deveremos julgá-los? Não. Devemos orar para que Deus tenha misericórdia dessas vidas que estão sendo subjugadas por satanás. Estão sendo fantoches nas mãos do diabo. Acham que estão servindo a Deus acolhendo e amando os gays e as lésbicas, porém não pregam para que eles se arrependam e deixem seus maus caminhos. Pagarão um alto preço por isso. As igrejas evangélicas sempre acolheram com amor os pobres, as prostitutas, os drogados, os homossexuais, os órfãos, etc. Nada mudou, tudo continua igual. Sempre acolheram, ajudaram, porém reorientaram essas vidas para assumirem uma vida reta diante dos olhos de Deus.

Lembro-me desde minha infância muito tenra que meu pai, nos idos de 70, criou a primeira casa para recuperação de viciados em droga de Curitiba, sem ajuda de qualquer entidade evangélica ou governamental. O lema era “As drogas matam, Cristo liberta” e havia um desenho do guitarrista Jimmy Hendrix junto ao adesivo que propalava o tema da casa de recuperação.

Uns são chamados para ajudar os pobres, outros a acolher os órfãos, outros ainda a buscar aos homossexuais, etc. Aqueles que aceitaram a Jesus Cristo como seu Salvador pessoal e seguem sua Palavra, são chamados para amarem ao próximo, independente em que condição esteja, seja ele viciado, gay ou ladrão, porém, também são incumbidos, pela própria Palavra de Deus, a ajudarem essas pobres almas a receberem o perdão completo de Deus em seus corações, a fim de deixarem seus caminhos de pecado, perversão e malignidade pela quebra das obras de satanás em suas vidas, através do poder que há no sangue de Jesus Cristo. Amém

No sexto parágrafo acima, temos duas mentiras em uma frase só. Primeiro, não existe lei no Brasil que aprova ou reconhece o casamento homossexual. Portanto, perante a lei, os dois nem mesmo constituem uma união estável, coisa aplicável a duas pessoas de sexo oposto. Segundo, eles se denominam evangélicos e gays. Não existe tal coisa no meio social onde a Bíblia, a Palavra de Deus, é a regra de fé e vida.

Como existe um desvio emocional em toda concepção homossexual, e eles se dizendo casados e que construirão uma família, gostaria de deixar para o Marcos Gladstone o Fábio Inácio, uma perguntinha básica: "Quero saber qual de vocês vai conceber, em seu útero, um novo descendente?" Vão adotar? O projeto de Deus para os seres humanos é a família. Esse plano de vocês é um PROJETO ESTÉRIL, uma mentira de satanás para suas vidas; é engodo. Caiam fora enquanto há tempo.Vazem!

Como vimos no segundo parágrafo acima, no princípio de tudo, Deus criou o ser humano, macho e fêmea para se reproduzirem e encherem a terra. Deus não criou um ser híbrido chamado homossexual. A homossexualidade é um desvio de conduta, deixando o natural, que é a união entre um homem e uma mulher que perpetuam a vida sobre a face da terra.

A humanidade só chegou onde estamos porque houve relacionamentos heterossexuais. Se a partir de hoje, não existisse mais nenhum relacionamento entre pessoas do sexo oposto, a humanidade desapareceria da face da terra em apenas 1 geração.

Assim sendo, me parece bem claro. A Bíblia não apóia nenhuma conduta homossexual. Os textos bíblicos acima falam da nossa natureza biológica (criação divina) e o texto bíblico que segue abaixo, da nossa nova natureza, agora nascida com Cristo Jesus. Natureza nova que não nos faz mais servos do pecado no nosso corpo mortal.

“Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos. S abendo que, tendo sido Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre ele. Pois, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus. Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências. Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniqüidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça. Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça. Pois que? Pecaremos porque não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça? De modo nenhum. Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça? Mas graças a Deus que, tendo sido servos do pecado, obedecestes de coração à forma de doutrina a que fostes entregues. E, libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça. Falo como homem, pela fraqueza da vossa carne; pois que, assim como apresentastes os vossos membros para servirem à imundícia, e à maldade para maldade, assim apresentai agora os vossos membros para servirem à justiça para santificação. Porque, quando éreis servos do pecado, estáveis livres da justiça. E que fruto tínheis então das coisas de que agora vos envergonhais? Porque o fim delas é a morte. Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna. Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.” (Romanos 6:8-23 – ênfase minha)

Então, devem os cristãos continuar pregando contra o homossexualismo? Obviamente que sim, e sempre, pois a Bíblia está acima de qualquer lei criada pelos homens. Se isso resultar em perseguições e prisões, não há problemas, pois Jesus Cristo mesmo nos alertou que passaremos por isso. Iremos ceder e acobertar a homossexualidade? Em hipótese alguma. Assim sendo, a Lei PL 122/06 AGRIDE a liberdade dos cristãos e pastores evangélicos que constitucionalmente possuem para pregar a Palavra de Deus.

Escrito e publicado aqui por Éber Stevão

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

ACÃ E JUDAS, UMA TRAIÇÃO DAS COISAS DE DEUS

Acã, um dos soldados da tribo de Judá, havia desrespeitado a palavra de Deus durante a batalha de Jericó. Ao invés de destruir as coisas proibidas e entregar os metais preciosos para o tesouro de Deus, ele levou algumas coisas para a tenda dele. Esse soldado (de Deus) escondera uma capa babilônica, uns 2 kg de prata e cerca de 500 gramas de ouro. A consequência foi grave. Fora os 36 homens que morreram na batalha, também foram destruídos Acã, toda a sua família e todas as suas posses. O texto bíblico dessa história se encontra em Josué capítulo 7.

Não há diferença nenhuma entre Acã e Judas que vendeu o Filho de Deus por um punhado de prata. Assim como Acã, Judas não conseguiu ver que ele estava vendendo a glória de Deus, vendendo o testemunho de Deus.

Nós estamos na mesma circunstância de fraqueza teológica e prática na nossa geração. Os Acãs da nossa geração não são aqueles que estão fora do arraial de Deus (meio cristão), mas são aqueles que estão subindo em púlpitos para dar um sistema de valores completamente errôneo para o povo de Deus.

Estão construindo, cada um deles, a sua própria imagem ou a imagem dos seus seguidores e quando alguém começa agir assim, ele imediatamente se move para o ouro. No final, para esses, sempre tem que ter dinheiro envolvido quando se refere às coisas de Deus. Falham em entender que o sistema todo é uma traição da imagem de Jesus Cristo.

O foco deles acaba sendo como o de Acã e Judas, nos seus próprios objetivos, padrões, na sua própria segurança, no seu próprio entendimento do que é o Reino de Deus e se esquecem de que são apenas uma pequena parcela de algo muito maior do que os valores (dinheiro) desse mundo.

O foco em si mesmo traz fraqueza pessoal, para sua casa, seus amigos e acima de tudo, para a própria igreja. Foi exatamente assim que aconteceu com Acã, não somente ele caiu no buraco, mas levou consigo sua família inteira, seu gado, outras famílias também, tudo foi levado para a escuridão.

Quando você começa a focar em si mesmo, você está abrindo a porta para a destruição na sua própria casa.

O apóstolo Paulo falou à igreja de Corinto, que quando eles vinham para a mesa de santa ceia, eles estavam tão focados em si mesmos, que pegavam o copo e o pão dizendo fazer parte do corpo de Cristo, mas estavam condenando a si mesmos porque não entendiam o que significa o corpo do Senhor.

Não existem estrelas e outros coadjuvantes no corpo de Jesus Cristo. A mão não pode dizer para o braço “eu não preciso de você”. Todos nós somos parte de um só corpo. Nós só temos uma cabeça e estamos nos movendo juntos. A recompensa que o pastor tem não é diferente daquela que tem o irmãozinho simples, sentado e ouvindo a mensagem, enquanto ambos forem fiéis naquilo que receberam como chamado.

Deus nos deixou essa história no Velho Testamento para nos alertar a fim de que não ocorra o mesmo nos dias atuais. Estamos assistindo passivamente o que está acontecendo no meio cristão porque as pessoas vão à igreja, cercam os pastores, ouvem as rádios evangélicas, assistem os programas evangélicos na TV, sempre na busca do que há de novo “para mim hoje”, “como eu posso melhorar e ganhar mais dinheiro”. Tudo é acerca de si mesmo e ninguém se preocupa com aquele miserável que está na porta ao lado.

Paulo nos avisa em Filipenses 2:3-4 para não focarmos nas coisas próprias, mas sim nas necessidades dos outros. Olhe para fora das suas necessidades, busque primeiro o Reino de Deus, pois nós somos a Igreja de Jesus Cristo.

Os líderes/pastores não devem usar a Deus para a sua reputação pessoal. Não vejam na igreja um veículo para notoriedade! Muitas pessoas não conseguem obtê-la no mundo e por isso adentram a igreja. Tenho visto isso várias e várias vezes em diferentes igrejas evangélicas. De repente, surge um ministério de milagres, mais do que de repente surge um grande movimento extemporâneo no corpo de Cristo e tudo é apenas para notoriedade própria, sempre com um caráter de “ser” ou “sermos” algo diferente ou melhor do que os outros, que as outras igrejas. O intuito é ser diferente dos outros, visível e grande no meio dos homens, tão somente.

Mas Paulo nos alerta em Romanos 12:2 para que essa mentalidade (mente), de conformação com o prsente século, seja nova (renovada) em Cristo. Jesus fez de si mesmo uma pessoa sem reputação, submisso e obediente até a morte de cruz. Que isso aconteça conosco também.

Mesmo se algum dia venhamos a pregar para multidões, que possamos guardar essa mentalidade renovada dentro do nosso coração. Mentalidade essa que nos alerta, cada dia, que somos nada mais que pecadores, salvos unicamente pela Graça Divina e que a mão de misericórdia de Deus está sobre nossas vidas. Se Deus tirar a sua mão de qualquer um de nós, independente da nossa posição, estamos mortos; somos nada mais do que réprobros. Se Deus tirar a sua mão de misericórdia de nós, iremos cometer todo tipo de pecado conhecido pela humanidade.

Logo, não há privilégio nenhum, para ninguém, a não ser a Graça que nos salva de nós mesmos. Amém

Escrito e publicado aqui por Éber Stevão


terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

O MUNDO FORÇA O HOMOSSEXUALISMO

O texto abaixo foi publicado na Folha Online, em 19/02/2010 às 08h51m

Elton John diz que Jesus era um "gay superinteligente"


O cantor britânico Elton John, 62, deu uma entrevista a revista norte-americana "Parade" na qual declarou que Jesus era gay. A entrevista ganhou destaque no tabloide inglês "The Sun".

"Acho que Jesus tinha muita compaixão, era um homem gay superinteligente, que entendeu os problemas da humanidade", disse.

"Jesus queria que nós amássemos e perdoássemos. Não sei o que faz as pessoas serem tão cruéis. Tente ser uma lésbica no Oriente Médio --é melhor estar morto."

Na mesma entrevista, ele comenta como conheceu o companheiro, David Furnish, 47.

"Senti atração imediata por David. Ele estava muito bem vestido, era muito tímido. Na noite seguinte, nós jantamos. Depois disso, nos apaixonamos muito rápido."

O apóstolo Pedro, que conheceu a Jesus Cristo, escreveu: "... pois que também Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo para seguirdes os Seus passos" ( I Pedro 2:21 ). O mesmo princípio Paulo proclamou em I Coríntios 11:1 . E não podia ser diferente, pois Jesus disse: "Porque Eu vos dei o exemplo, para que, como Eu vos fiz, façais vós também." (João 13:15).

Irei eu defender a Jesus Cristo? Não, não é necessário. Lembrem-se que o próprio Jesus disse assim:
"Aquele que pecar contra o Filho do homem será perdoado, mas aquele que blasfemar contra o Espírito Santo será réu da Justiça Divina." (Marcos 3:28-29)

Lembrem-se que em Romanos 12.2 está escrito: "E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." A palavra conformar, do grego, que Paulo usa, é "suschematizo" que significa moldar, assumir a forma.

Vamos nós seguir o exemplo de Elton John ou de Cristo Jesus? Temos que orar intercedendo pela vida de Elton John, para que o Senhor tenha misericórdia dele e o convença do pecado, da justiça e do juízo que está por vir sobre todos. Amém.

Escrito e publicado aqui por Éber Stevão


BRASIL, NOVA SODOMA E GOMORRA?

Texto abaixo escrito por Rubens Lammel, na sua íntegra.

Quem está pagando a conta dessa "escola"? Você, eu, todos nós. Porque, afinal, o dinheiro do financiamento público para essa "maravilhosa iniciativa" sai do SEU bolso. Daqui há pouco haverá financiamento público - com o SEU dinheiro - para empresas LGBT*, igrejas LGBT, Corais LGBT, Orquestras LGBT, Hotéis e Resorts LGBT, TV/Radio LGBT, Praças e Parques LGBT, escolas públicas LGBT, tudo devidamente justificado pelos argumentos da tolerância, do não-preconceito, da inclusão social, da igualdade... Liberdade? NÃO, LIBERTINAGEM!


Eles, os ativistas LGBT, não tem vergonha, medo ou escrúpulos de promover sua agenda. Eles gritam, esperneiam, brigam, agridem e se mobilizam por "direitos decorrentes de sua escolha sexual", como se essa escolha fosse um fato gerador de direitos. Nessa linha, que direitos você tem, por "escolher" ser heterossexual?
E claro isso deve ser aceito por todos, afinal é a coisa mais normal do mundo, e eles são os injustiçados pela sociedade careta e preconceituosa.
Misericórdia!!!

Eles são poucos, na verdade, mas fazem muito barulho. Barulho que amedronta, acovarda e nos encolhe. E eles, inteligentes e oportunistas, articulados e sagazes, ocupam o espaço que nos - pela omissão conveniente - deixamos de ocupar.

E nós, os evangélicos, conhecedores da "verdade que liberta", até quando ficaremos calados, escondidos, amedrontados, escorraçados, encurralados em nossos confortáveis refúgios quadrangulares, batistas, adventistas, presbiterianos, assembleianos, metodistas, congregacionais, comunitários, etc., etc., etc.,?

Será que já não está passando da hora de nos posicionarmos contra essa avalanche e nos mobilizarmos com igual radicalização para a restauração daquilo que, entendemos, seja a verdadeira moral do evangelho de Cristo?

Tenho uma teimosa esperança de que exista, no Brasil, uma maioria de homens e mulheres de bem que olha para tudo isso com enorme repulsa, e que estaria disposta a pagar o preço para ver restaurada a integridade, a moralidade, e a verdade e ver destronadas a mentira, a corrupção, a maldosa esperteza política e eclesiástica. Essa maioria, precisa de um líder capaz de mobilizá-la num movimento de revolta contra tudo isso! Onde está você????

Eu tinha a ingênua expectativa de que nós (a Igreja), pudéssemos tomar uma posição radical e revolucionária e liderar um movimento assim. Mas aí, acordei, e percebí que nós (a Igreja) - COM MUITAS, MARAVILHOSAS E HONROSAS EXCEÇÕES, É VERDADE - temos um saldo devedor na conta-corrente da ética, da moral, da justiça e da idoneidade e, por isso, temos limitada credibilidade em qualquer ação dessa natureza.

O "tsunami" da imoralidade, da perversão, da corrupção, parece ser irresistível, arrastando para a destruição todos os tentam se colocar em seu caminho. A redenção da sociedade não passa de uma miragem!!! Não há mais esperança!!!

Ou há?

O que faremos? Ficaremos parados, não querendo ver ou ficando omissos as obras das trevas, ou mesmo criticando o lamentável acontecimento? Ou tomaremos uma atitude cristã???...

Devemos amar as pessoas sim, mas não consentir com seus erros, mas ajudá-las a sairem do pecado que escraviza.

Nota:
* LGBT ou ainda, LGBTTTs, é o acrónimo de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (o 's' se refere aos simpatizantes). Embora refira apenas seis, é utilizado para identificar todas as orientações sexuais minoritárias e manifestações de identidades de género divergentes do sexo designado no nascimento.

Publicado aqui por Éber Stevão


PRIMEIRA ESCOLA PÚBLICA PARA GAYS DO PAÍS

Vejam só isso. É realmente sinal do fim dos tempos. Ah, só para avisar, vai piorar e muito. Antes de ler o texto, medite por 1 minuto nos seguintes textos bíblicos:

“Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte.” (Apocalipse 21:8)

“Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os adúlteros, os homicidas, os idólatras, e todo o que ama e pratica a mentira.” (Apocalipse 22:15)

"Nela nunca jamais penetrará coisa alguma contaminada, nem o que pratica a abominação e mentira" (Apocalipse 21:27)


A cidade de Campinas, no interior paulista, terá a primeira escola para jovens gays do país. Com recursos do Ministério da Cultura e do governo do estado, a ONG E-Jovem vai abrir a escola em março, com cursos gratuitos de dança, canto, TV-Web e produção de fanzines. Dezenas de adolescentes homossexuais e heterossexuais já fizeram as inscrições para as aulas, que terão 20 alunos por turma. Na grade curricular do ano que vem, já está previsto um curso para formação de drag queens.

"A Parada (Gay) mostrou que os homossexuais existem. Agora, queremos mostrar que eles falam e têm o que dizer", afirma o professor universitário e militante gay Deco Ribeiro, de 38 anos, um dos idealizadores do projeto.

A escola não vai oferecer o ensino regular, mas cursos que promovam a cultura homossexual e fomentem a formação de meios de divulgação, como os fanzines e a TV por internet. O projeto tem financiamento público de R$ 180 mil, a serem gastos em três anos. A proposta de criação da escola foi uma das 300 contempladas no programa do governo para a formação de pontos de cultura.

"O importante é valorizar a identidade desses jovens, que precisam de um espaço de cultura e de meios para se expressar. Há muito preconceito, e uma forma de combater isso é valorizando a cultura LGBT", afirma Deco.

Por LGBT entende-se "lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros", mas a escola está aberta também a heterossexuais. Os cursos são gratuitos, e voluntários já se inscreveram como professores não remunerados. Caso do estudante Cristiano Henrique da Silva, de 18 anos, que ensinará canto.

"Tenho sete anos de conservatório musical, participei do coro da Igreja, e quero dar as aulas", conta Cristiano. O jovem é irmão de Leandro Henrique Ochialini, de 19 anos, bailarino e futuro aluno de dança da escola. Criados em famílias diferentes, os dois agora moram com a mãe, em Campinas, e há apenas dois anos revelaram um ao outro sua orientação sexual.

"Vivíamos disputando a atenção da nossa mãe, brigávamos. Agora, que um sabe do outro, somos os melhores amigos", diz Leandro. O bailarino conta que sofreu preconceito na escola e até em academias de dança. Para ele, um centro de cursos sobre cultura gay vai ajuda-lo profissionalmente e deixa-lo mais à vontade para assumir sua identidade. Para se ter uma ideia da pressão que o rapaz sente, seu pai, que vive em outro estado, ainda não sabe sobre sua homossexualidade. "Com a minha mãe está tudo bem, mas falta o meu pai. Agora, quando ele ler a matéria, eu vou poder falar para ele. Assim, a gente esclarece tudo".

Inscrito no curso de TV-Web, o adolescente Fernando F., de 17 anos, está animado com a perspectiva de usar a internet como meio de expressão. Seus pais ficaram sabendo sobre sua homossexualidade quando, pela extensão telefônica, o pegaram conversando com um amigo sobre uma paquera: "Meu pai entrou no meu quarto e falou muita coisa para mim. Ele acha que eu sou doente e que pode me curar. Ele quer me curar na Igreja evangélica, como se fosse uma doença."

A escola terá aulas para quem quiser ser drag queen dadas por Chesller Moreira, de 27 anos, dirigente da ONG e companheiro de Deco, e que também é a drag, Loren Beauty . "Me tornei a Loren por causa da militância. Nos eventos, começavam a pedir a Loren porque ela fala muito melhor com os adolescentes. E foi ficando. É a minha outra identidade", explica Chesller.

O jovem, formado em costura e estilismo, lembra que, na adolescência, quando a mãe descobriu que era gay, ela perguntou: "Você não vai se vestir de mulher, não, né?" Todos precisam de um tempo para entender. Agora, é minha mãe que me dá as perucas. Quando ela me viu 'montada', disse: 'Nossa, como você está linda!'

A pesquisadora Miriam Abramovay, da Ritla (Rede de Informação Tecnológica LatinoAmericana), especialista em educação, questões de gênero e violência escolar, aprovou a ideia da escola gay. "É importante que as pessoas que sofrem mais preconceito tenham seus próprios espaços. Não se trata de uma escola formal, mas de um centro de convivência, formação e diálogo", analisou.

Fonte: O Globo, 24/01/2010.
Publicado aqui por Éber Stevão


segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

PASTORES DA IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS MISTURAM ELEMENTOS DOS CULTOS AFRO NOS CULTOS CONHECIDOS COMO TERÇA-FEIRA DO DESCARREGO

O texto abaixo foi escrito por Élcio Braga e publicado no Jornal O Dia em 06/08/2001. O pior é que as heresias na Igreja Universal estão se expandido cada dia mais. Veja minha postagem intitulada: "NOVAS HERESIAS DA UNIVERSAL; É DE ACABAR MESMO! Ô POVINHO LAZARENTO ESSE!" Leia até o fim, é interessante.


Entre o terreiro e o altar

COPO d’água sobre a mesa, como no centro espírita
Um homem todo de branco comanda o culto, cercado por pomba-giras, exus e pretos-velhos. Os auxiliares também se vestem do branco mais puro e acreditam nos poderes do sal grosso e do galho de arruda. Que religião é essa? Ihih, se vossuncê, respondeu umbanda, está errado, mizim fio. O culto – bata a cabeça – é da Igreja Universal do Reino de Deus. Saravá.

A Sessão do Descarrego – esse é o nome propagado pela própria igreja – faz sucesso às terças-feiras, na Catedral da Fé, na Avenida Dom Helder Câmara, Del Castilho. É o momento, pregam os pastores, de retirar os encostos dos fiéis. No culto das 20h, perto de 16 mil fiéis lotam a magnífica catedral. A multidão comparece em massa ainda às sessões das 11h30 e das 15h.

Bruxa teria ameaçado invadir templo da Universal

As sessões começaram a tomar corpo dois meses atrás. As ameaças de uma suposta bruxa, levadas ao ar no programa Fala Que Eu Escuto, na TV Record, chamaram a atenção. A bruxa seria uma mãe-de-santo, revoltada pela apropriação de costumes da macumba. Ela prometia invadir o culto para enfrentar o pastor, que, por sua vez, dizia estar preparado para o embate “em nome do Senhor”. A macumbeira, porém, nunca deu as caras. Mas a audiência foi aos céus.

Procurado pela reportagem do DIA para falar sobre a Sessão do Descarrego, o bispo Romualdo Panceiro, ex-pedreiro e hoje responsável pela Universal no Rio, não retornou as ligações nem respondeu às perguntas enviadas por e-mail. Esquivou-se da reportagem como o diabo foge da cruz.

Cor aproxima duas crenças antagônicas

Os termos e o comportamento dos pastores se assemelham aos costumes típicos dos terreiros. O branco, a exemplo do que ocorre nas sessões espíritas, predomina. Afinal, é a cor da paz (harmonia!), da alma gêmea (romântico!) e dos hospitais (solidário!). É uma cor de fé.

Os pastores usam também um copo com água sobre a mesa para falar com os fiéis. Outro costume típico dos espíritas. Recomendam o uso do sal grosso e da arruda para cortar o mal. São armas usadas para despachar o demônio para o quinto dos infernos. Os evangélicos da Universal, porém, estão longe de fazer despachos com galinha preta e farofa. Demonstram apenas alguns pontos em comum entre as crenças. O que se percebe em cores vivas é que o palco da maior batalha entre o bem e o mal continua a ser a mente.

Babalorixá e padre criticam

O ambiente ficou carregado. A atuação dos pastores de branco é vista com desconfiança. “Só falta os evangélicos usarem atabaques”, ironiza o babalorixá Paulo de Oxalá, contrariado com a apropriação dos costumes da umbanda e do candomblé.
O diretor do Centro Latino-Americano de Parapsicologia (Clap), o padre Oscar Gonzalez-Quevedo, 68, garante que na Sessão do Descarrego da Universal não se exorcizam demônios. Quevedo explica que, em geral, os casos de possessões seriam fenômenos parapsicológicos. Os fiéis manifestariam por sugestão reações associadas a endemoniados. “É uma heresia de uma seita”, constata.

O presidente do centro Fraternidade Espírita Irmãos de Cascais, Franklin Moreira, 59, vê com bons olhos a postura dos pastores da Universal. A providência divina está trabalhando sobre eles”, observou o espírita. Seria o mesmo sincretismo que no passado permitiu a passagem de católicos para a umbanda. “Os pastores já falam em desobsessão e em encostos”, destaca.

A Universal é uma igreja de campanha. Realiza, além da campanha do descarrego, a da prosperidade, dos empresários e da fogueira santa de Israel (quando se queimam pedidos).

Exu Caveira no altar da igreja

Os cultos da Terça-Feira do Descarrego, que também acontecem em alguns templos da Universal, são impressionantes. Na Catedral da Fé, a multidão participa cantando para expulsar supostos demônios. Ao palco, são chamados aqueles que acreditam estar com algum mal. Mais de 50 aceitam o convite. Alguns começam a andar e a falar ao melhor estilo das entidades dos cultos afros, como se estivessem possuídos.
Vários pastores, todos de branco, sobem também ao palco e começam a – supostamente – expulsar “os demônios”. Ao mesmo instante, toca uma música envolvente, acompanhada pela animada platéia. Para o final, ficam costumeiramente duas ou três pessoas, aparentemente incorporadas. “Eu sou Exu Caveira, ahahaha”, berra uma delas, com voz cavernosa. Um dos pastores, com o microfone na mão, seguido por fotógrafo e cinegrafista, manda o espírito deixar a pessoa em paz. A platéia delira.

No passo dos macumbeiros

Sal grosso – Em alguns rituais, fiéis da Universal usam o sal grosso para desfazer as amarrações do diabo. Na revista Plenitude (publicação da Universal), por exemplo, é jogado sal nos cantos da redação quando o ambiente está muito tenso.

Enxofre – Nos cultos, usam ainda enxofre e arruda para afastar os encostos.
Rosa ungida – Os pastores recomendam aos fiéis pôr rosa ungida na parte mais alta dos móveis. Nas orações, o fiel deve lançar sobre a rosa todas as maldições que houver em casa, como as de feitiçaria. As rosas são distribuidas de casa em casa durante o evangelismo de rua.

Copo com água – Na conversa com os fiéis, os pastores colocam um copo com água cristalina sobre a mesa. É também um costume nos centros espíritas.
Roupa branca – Os pastores usam calça e blusa brancas. A roupa branca é típica dos pretos-velhos. É também a cor preferida pelos espíritas.

Terça-feira do Descarrego. É o nome da campanha contra os encostos que acontece em sessões às 11h30, 15h e 20h, na Catedral da Fé, em Del Castilho. Descarrego (purificação) e encosto (incorporação) são termos comuns na umbanda e candomblé.

Ao vivo

Frases do bispo Romualdo Panceiro sobre a Terça-Feira do Descarrego (no programa Fala que Eu Te Escuto, na TV Record):

Cena 1 – O bispo começa o programa alertando sobre o mal: “É muito fácil detectar o mal, o espírito encostado na vida da pessoa. Não que a gente esteja vendo espírito. Mas pelos acontecimentos (...) Uma pessoa que tem dores de cabeça constante (...), o problema é espiritual.”

Cena 2 – O alerta continua: “Você, por exemplo, que tem tudo para ser feliz no amor, mas vem sofrendo decepções. A sua vida sentimental é uma vida de decepções. Você que vive em meio a uma briga na sua casa, o marido bebendo, os filhos nas drogas. Não tenha dúvida que isso aí são sintomas que caracterizam a presença de um encosto.”

Cena 3 – Uma telespectadora conta que tem uma ferida na perna há nove anos. “Essa ferida na perna, não há dúvida, é um encosto”, afirma Panceiro.


Aqui ficam algumas perguntas: Esses que são da Universal são evangélicos? E se são, com que intuito servem de escândalos para que os ímpios critiquem aos evangélicos?

É bom que se diga em alto e bom som: os evangélicos são aqueles que vivem de acordo com o Novo Testamento e aceitam o Velho Testamento como Palavra Escrita de Deus. Creem em Jesus Cristo como seu único e suficiente Salvador, vivem pela Graça e por Graça; SÓ, PONTO FINAL e NADA MAIS.

Esses dirigentes do negócio "Igreja Universal do Reino de Deus", pois ela não é a Noiva de Jesus Cristo, nem a paulada (O Senhor Jesus não teria parte com uma prostituta), são apenas mandingueiros da fé que misturam religiões, macumba, sincretismo e idolatria com algumas pitadas de versículos bíblicos, e quem sabe um pouquinho de pó de piriri, como dizia o velho e saudoso pastor João Luiz, conhecido como o João Sambeiro.

Eu nada tenho com eles!

Publicado aqui por Éber Stevão

NOVAS HERESIAS DA UNIVERSAL; É DE ACABAR MESMO! Ô POVINHO LAZARENTO ESSE!

Essas são as novas heresias que a Igreja Universal do Reino de Deus está divulgando na sua rádio, esta semana. Seguem assim:

"Assim como Moisés estendeu o seu cajado para abrir o mar, venha obter a sua vitória na vigília do Abre Caminhos. Venha receber a unção do cajado, para você conseguir sua casa própria, o sucesso na sua empresa, a sua independência financeira. Venha estender o seu cajado." Palavras deles mesmos.

"Meu amigo, minha amiga, traga o seu relógio de pulso e os 318 pastores vão quebrar a maldição do atraso na sua vida financeira, na noite da vigília do Abre Caminhos, porque nós vamos revelar onde está essa maldição. Mas é preciso que você meu amigo, minha amiga, traga um relógio de pulso ou seu celular, porque ali também tem um relógio." Palavras deles mesmos.

Curiosamente, para eles, todo mundo é 'meu amigo', 'minha amiga'. Ainda bem que não usam "Ô copanheiro" do Lula. Um pouco mais e vamos acabar ouvindo nas igrejas Universal: "Ihih, vossuncê, mizim fio, saravá meu amigo, minha amiga, lá na encruza prô descarrego."


O bom desses pastores, o "seleto grupo dos 318", é que eles "revelam" onde está a maldição! É poder saindo por todos os lados; pelos pés, pelas canelas, pelas guampas...

Agora, só falta a noite da vigília do ABRA CADABRA para liberar as bênçãos de Deus!!!

Esse é o Evangelho de Jesus Cristo que devemos pregar? Isso é ensinar a crer na Palavra de Deus e trazer a revelação do Espírito Santo sobre ela?

É, esses hereges acham que Deus é um servilheta miserável que obedece a todo embrulho e mandinga que fazem ou prometem em nome de Jesus Cristo. Aliciam pessoas que são símplices na fé para seu vínculo religioso, para aumentar seus ganhos, através de promessas em nome de Deus. Dizem eles "Porque nós vamos decretar!" e com isso levam muitos a tropeçarem.

E a Graça de Deus que nos é dada gatuitamente, através do sacrifício de nosso Senhor Jesus Cristo, que rompe as barreiras pelo poder da ressureição do Filho de Deus? Onde fica? Ahh, essa aí não tem graça nenhuma, e tampouco traz dinheiro para nossos gazofilácios.

Deus está pouco se importando, nem mesmo leva em consideração, se alguém, seja quem for (pastor, apóstolo, anjo, arcanho, querubim, serafim ou o próprio satanás), decretar algo que não seja o que Ele mesmo decretou fazer desde o princípio dos tempos. Os decretos são de Deus somente, para Ele, por Ele, para glória dEle, devido ao seu domínio ser sempiterno. Aleluia, glória a ti ó Deus eterno, pois todos os homens são nada diante de ti e seus planos são todos vaidade!

Para mim, esses que gostam dessas "bruxarias evangélicas", desses "descarregos com sal grosso cristão", dessas "umbandas ungidas", e sei lá mais o que irão inventar, definitivamente se juntaram com os encantadores do Egito (Êxodo 7:6), com Janes e Jambres (II Timóteo 3:8), Balaão (Números 22), Elimas (Atos 13:8). São todos farinha do mesmo saco, vindos da mesma cratera abismal que exala enxofre.

Mas o saco mesmo é aguentar esses falsos profetas se passando por evangélicos. É impossível, alguém precisa gritar e falar que esses tais não são evangélicos nem aqui nem na China. Talvez no inferno. São uns picaretas da fé, mercadejadores do dom do Evangelho de Cristo, pelo qual terão que dar contas a Deus. Ai deles! Saia, fuja da Babilônia, corra desses loucos!

É de acabar!!!

Escrito e publicado aqui por Éber Stevão


domingo, 21 de fevereiro de 2010

AVATAR E A VINDOURA RELIGIÃO ÚNICA

Você que crê em Jesus Cristo e na Sua Palavra que não falha, assistiu o filme Avatar? Pois é, eu fui assistí-lo com minha esposa e confesso que ficamos incomodados em nosso espírito. Realmente não há mescla entre luz e trevas! Uma imagem que me ficou gravada é a grande árvore do filme (árvore da vida - do bem e do mal) que mais tarde é derrubada.

Encontrei o comentário do pastor Joe Schimmel(1) acerca do filme Avatar e entendi espiritualmente que seria muito bom colocar aqui para alertar os(as) verdadeiros(as) servos(as) do Senhor Jesus, nesses últimos dias. Ele segue abaixo:

"Avatar é um termo da religião hindu e significa uma manifestação corporal de um ser imortal. Deriva do sânscrito, antigo dialeto hindu, Avatara que significa “descida”, normalmente denotando uma encarnação de Vishnu, deus hindu, (tais como Krishna), que muitos hinduístas reverenciam como divindade. Por extensão, muitos não-hindus usam o termo para denotar as encarnações de divindades em outras religiões.
O filme Avatar, de James Cameron, é um fascinante e arrebatador sucesso nos cinemas. Seus efeitos especiais são tão tremendos que transportam a audiência vividamente para um outro mundo, no qual adorar uma árvore e ter comunhão com espíritos não são apenas aceitáveis, mas atraentes. Avatar é também marcadamente panteísta e essencialmente o evangelho segundo James Cameron. Esse tema panteísta, que iguala Deus às forças e leis do Universo, é apresentado claramente pelos heróis e heroínas do filme: todos adoram Eywa, a deusa “Mãe de Tudo”, que é descrita como “uma rede de energia” que “flui através de todas as coisas viventes”.
Sobretudo, o filme é repleto de mágica ritualística, comunhão com espíritos, xamanismo, e descarada idolatria, de forma que condiciona os espectadores a acreditarem nessas mentiras do ocultismo pagão. Além disso, a platéia é levada a simpatizar com o Avatar e termina torcendo por ele quando é iniciado nos rituais pagãos. No final, até mesmo a cientista-chefe torna-se pagã, proclamando que está “com Eywa, ela é real” e que ficará com Eywa após sua morte.
Enquanto a representação fictícia de James Cameron a respeito da religião da natureza presta-se muito bem à mentira da Nova Era de que as religiões dos nativos americanos [indígenas] eram favoráveis à vida e inofensivas, a representação dos sacerdotes maias em Apocalypto (de Mel Gibson), devedores de divindades sedentas por sangue, que exigiam o sangue de suas vítimas sacrificiais, estava muito mais perto da verdade. A maneira adocicada e romântica com que James Cameron mostra os selvagens e os antigos cultos à natureza em Avatar é oposta aos fatos encontrados em antigos códices e achados arqueológicos: estes revelam que os astecas, os maias e os incas estavam todos envolvidos em sacrifícios humanos em massa, inclusive tomando a vida de criancinhas inocentes para apaziguar seus deuses demoníacos.

http://discernimentocristao.files.wordpress.com/2010/02/james-cameron-1.jpg James Cameron diretor de Avatar

O que poucos conhecem é o histórico das obras de James Cameron em atacar o cristianismo, e especialmente a ressurreição de Cristo no documentário absolutamente desacreditado “The Lost Tomb of Jesus” [exibido no Brasil como “O Sepulcro Esquecido de Jesus” e lançado em DVD como “O Sepulcro Secreto de Jesus”], não deveria nos surpreender que ele escrevesse e dirigisse uma propaganda de 300 milhões de dólares para promover o culto à natureza e aos espíritos [filosofia de fé em ascensão nos dias de hoje]

http://discernimentocristao.files.wordpress.com/2010/02/jesus1.jpg

Claramente, Hollywood tem tido uma influência persistente em arrancar os EUA [e o Ocidente] de suas raízes cristãs conservadoras e levá-los a crenças e práticas do ocultismo da Nova Era. O panteísmo atrai a turma de Hollywood porque ensina que todos somos Deus e que não precisamos nos preocupar em sermos obedientes ou em prestarmos conta diante de um Deus pessoal que criou o Universo. Entretanto, não são apenas os diretores [de cinema] que rejeitam a Cristo que estão buscando fazer com que o mundo abrace a adoração à Terra sob a máscara de sua imaginária Deusa-Mãe Terra[Gaya]; é também o próprio líder do movimento do aquecimento global, Al Gore.

http://discernimentocristao.files.wordpress.com/2010/02/al-gore.jpg Al Gore o crente-guru da nova era

Em seu livro Earth in the Balance, Gore sugere que voltemos à adoração da natureza e eleva várias seitas de adoradores da natureza e religiões dos nativos americanos ao status de modelo para nós. [Al Gore um evangélico batista diz]:
“Essa perspectiva religiosa pan(Pan: palavra de origem grega que significa “tudo, todas as coisas) poderá mostrar-se especialmente importante no que se refere à nossa responsabilidade pela terra como civilização global. (…) As religiões dos nativos americanos, por exemplo, oferecem um rico conjunto de idéias sobre nosso relacionamento com a terra. (…) Todas as coisas estão interligadas como o sangue que nos une a todos”. (Fonte: Al Gore, Earth in the Balance – Ecology and the Human Spirit [A Terra em Equilíbrio – A Ecologia e o Espírito Humano], 1992, p. 258-259).

http://discernimentocristao.files.wordpress.com/2010/02/earth_balance.jpg

Buscando uma síntese da Nova Era que combine várias tradições do ocultismo, Gore cita e favorece o ensinamento hinduísta, dizendo: “A Terra é nossa mãe, e nós todos somos seus filhos”.( Ibid. pag. 161). Incrivelmente, mais adiante Gore afirma que deveríamos buscar novas revelações a partir dessa adoração da deusa do passado e culpa o cristianismo pela quase total eliminação da mesma:
“O sentido espiritual de nosso lugar na natureza… pode ser traçado de volta às origens da civilização humana. Um crescente número de antropólogos e de arqueomitólogos… argumenta que a ideologia da crença prevalecente na Europa pré-histórica e em grande parte do mundo estava baseada na adoração de uma única deusa da terra, que se supunha ser a fonte de toda a vida e irradiadora de harmonia em meio a todas as coisas viventes. (…) O último vestígio de culto organizado à deusa foi eliminado pelo cristianismo. (…) Parece óbvio que um melhor entendimento de uma herança religiosa que precede a nossa própria por tantos milhares de anos poderia nos oferecer novas revelações”.(Ibid. pag. 260).
Não são apenas os diretores [de cinema] que rejeitam a Cristo que estão buscando fazer com que o mundo abrace a adoração à terra sob a máscara de sua imaginária deusa-mãe terra; É também o próprio líder do movimento do aquecimento global, Al Gore [ex-vice-presidente dos EUA].
Gore prossegue declarando que precisamos encontrar uma nova religião baseada na natureza e cita Teilhard de Chardin, o teólogo da Nova Era, em apoio à “nova fé” do futuro:
“Esse ponto foi sustentado pelo teólogo católico Teilhard de Chardin, quando ele disse: “O destino da humanidade, assim como o da religião, depende do surgimento de uma nova fé no futuro”. Munidos de tal fé, poderemos achar possível ressantificar a terra”.(Ibid. pag. 263).
Com os diretores de vanguarda de Hollywood e as figuras políticas de Washington na liderança, os EUA [e o Ocidente] estão rapidamente voltando ao paganismo que envolveu o mundo em trevas espirituais durante milênios. Que Deus nos ajude a prestar mais atenção à admoestação do apóstolo Paulo, encontrada nas Sagradas Escrituras. Ele nos ensinou que a adoração à natureza nos tempos da Antigüidade era resultado do afastamento da adoração ao único e verdadeiro Deus que, para começar, foi quem criou a natureza:
“Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém” (Rm 1.21-25)"

Fonte: Pequena adaptação de Roberto Aguiar do texto, “ Avatar e a Vindoura Religião Única”, de Joe Schimmel. Publicado anteriormente na revista Chamada da Meia-Noite. www.chamada.com.br

Nota:
http://discernimentocristao.files.wordpress.com/2010/02/joe_schimmel.jpg
(1)Joe Schimmel é um apologista da fé cristã e preside o ministério “Bom Combate”. Ele também é pastor sênior da Blessed Hope Chapel em Simi Valley Califórnia.
www.goodfight.org

Publicado aqui por Éber Stevão

sábado, 20 de fevereiro de 2010

RELIGIÃO UMA BANDEIRA DO INFERNO

Esse é o tema do interessante livro do Glênio Fonseca Paranaguá, que apesar do sobrenome não é do Estado do Paraná, mas nasceu no Piauí. É um revolucionário pastor Batista que prega ostensivamente contra o 'evangelho judaizante' que muitas cmunidades/igrejas 'adoram' pregar, impondo aos seus fiéis a observância de parte das ordenanças do Velho testamento. Em se fazendo isso, inutilizam completamente o segundo e o terceiro capítulo da carta de Paulo aos 'insensatos' Gálatas.

Apesar da forma dele escrever muitas vezes não ser explícita a respeito de quem ou a que grupo ele se refere, mas por conhecimento geral do universo religioso, é possível entender que sua fala se refere às 'seitas' ditas evangélicas.

Ele escreve assim em seu livro:
"Nós usamos as pessoas e dizemos que as amamos e, comumente, só damos valor àquelas que, de algum modo, nos podem beneficiar. Este é um padrão normal nas relações do mercado e uma postura habitual em qualquer movimento religioso. Os tipos espertos e ligeiros merecem toda a consideração e o ativismo é considerado como virtude no estilo sagrado da religiosidade muito atarefada.
A religião mais apreciada é aquela que conserva os seus adeptos bem ocupados com as tarefas mais envolventes possíveis. Quanto mais entretido com atividades extenuantes, quanto mais entulhado de cargos e funções, mais os partidários dos sistemas religiosos são admirados pelos gerentes das crenças cativantes. O repouso espiritual é considerado um defeito enorme, e o descanso sabático é visto com ressalvas e admitido apenas como uma folga depois de uma grande labuta.
O descanso semanal é uma recompensa pelas atividades executadas no período, e uma conquista pelo desempenho. Ele corresponde ao merecimento do esforço desprendido durante seis dias de agilidade, e fala do direito que o operário tem de folgar depois do trabalho cansativo. O ócio sabatino fica incorporado ao sistema produtivo que gratifica o obreiro após o cumprimento das tarefas.
O evangelho é a expressão de uma realidade recém-chegada de cima, e a fé cristã se apóia na novidade plena do reino de Deus. Segundo Jesus, não se põe remendo de pano novo em vestido velho, nem se deposita vinho novo em odres velhos. O evangelho da graça revoluciona todo conceito de avelhantada crença judaizante que, com sua estrutura rígida, perdera a capacidade de entusiasmar as pessoas de outras culturas.
A religião frequentemente faz com que as bênçãos pareçam ser consequência da obediência, mas o evangelho afirma que a obediência é um efeito da graça. Não há comércio no plano do evangelho de Jesus Cristo, e Deus não faz rolo com os homens, condicionando as suas bênçãos aos resultados positivos de pessoas fracassadas.
A chefia religiosa, em qualquer época, age sempre com o mesmo aspecto, já que o procedimento de ontem é igual ao processo de hoje. Vemos como a autoridade de quem determina fica patente no método das orações que ordenam e decretam diante do trono, como se Deus fosse apenas um office-boy a serviço dos oficiais comandantes, dos caudilhos e dos caciques da religiosidade dominante, tornando, assim, mais ridícula a concepção de um deus servilheta.
A vida no evangelho é uma expressão verdadeira e livre da graça em Cristo. No reino de Deus, nenhuma pessoa precisa camelar para merecer o reconhecimento, e também ninguém precisa trabalhar para ser promovido. Todo cristão autêntico sabe que já foi aprovado em Cristo, e que, por isso, não negocia sua aceitação por meio das obras. O descanso no primeiro dia da semana promove uma mudança de paradigma e estabelece que nesse reino o trabalho é uma consequência da operação maravilhosa da graça."

Gostaria de salientar o segundo parágrafo que se aplica muito bem às comunidades evangélicas, principalmente as iniciantes. Os seus líderes impõem um ritmo aos seus 'vassalos' (aí acrescentam eles 'subordinados em Cristo', para amenizar o agravo) tão alucinante que passa a ser uma doença, onde a mísera vítima só vai perceber depois de moribunda. Normalmente a revolta e raiva contra esses líderes aproveitadores (pois fazem com que suas ovelhas aumentem seus negócios religiosos lucrativos) vem logo a seguir e o abandono da convivência é efetivo.

O texto acima como um todo, faz parte de um dos capítulos do livro Religião Uma Bandeira do Inferno, cujo capítulo o autor discursa sobre o negócio da religião e o ócio do evangelho. Faz alusão aos exemplos de Marta e Maria, as duas irmãs de Betânia que receberam a Jesus em sua casa. O assunto é vasto e longo, mas vale a pena meditar nesses poucos parágrafos.


É isso aí.

Escrito e publicado aqui por Éber Stevão

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

PR. CARTER CONLON - ESCUTE!

LIBERTANDO-SE DOS MESQUINHOS DA FÉ!

“Depois, passados quatorze anos, subi outra vez a Jerusalém com Barnabé, levando também comigo Tito. E subi por uma revelação, e lhes expus o evangelho, que prego entre os gentios, e particularmente aos que estavam em estima; para que de maneira alguma não corresse ou não tivesse corrido em vão. Mas nem ainda Tito, que estava comigo, sendo grego, foi constrangido a circuncidar-se; e isto por causa dos falsos irmãos que se tinham entremetido, e secretamente entraram a espiar a nossa liberdade, que temos em Cristo Jesus, para nos porem em servidão; aos quais nem ainda por uma hora cedemos com sujeição, para que a verdade do evangelho permanecesse entre vós. E, quanto àqueles que pareciam ser alguma coisa (quais tenham sido noutro tempo, não se me dá; Deus não aceita a aparência do homem), esses, digo, que pareciam ser alguma coisa, nada me comunicaram; antes, pelo contrário, quando viram que o evangelho da incircuncisão me estava confiado, como a Pedro o da circuncisão.” (Gálatas 2:1-7)

Uma coisa tenho a dizer claramente, não suporto mais as comunidades evangélicas e a grande maioria das igrejas cristãs. Estou literalmente cansado dessa crentaiada que anda por aí confundindo fé com mandinga evangélica (como se houvesse tal coisa). Sem falar nos pastores insuportáveis, mesquinhos, arrogantes, controladores, robotizadores e robotizantes, pregadores de legalismo, de ‘esquemas’ espirituais (nenhum bíblico porque nem mesmo existem) para as ovelhas de Cristo alcançarem a graça (imerecida) desse mesmo Jesus que parecem pregar, coisas pelas quais eles, até mesmo, ‘morreriam’ para defender, mas não pela liberdade que fomos chamados em Cristo Jesus.

São heresias das mais variadas que se possa imaginar: ensinam eles que se você for para uma praça pública distribuir folhetos com mensagem cristãs, se sacrificar um pouco da sua vida, se for batizado, se contribuir com o seu dinheiro, de der o dízimo do seu salário (pura lei Mosaica aos judeus), se frequentar inúmeros cultos e todas as reuniões, então esses esforços irão fazer com que Deus sorria para você (e ainda citam erroneamente a bíblia – ‘Pois a alegria do Senhor é a nossa força’), e então, só então, você passará a fazer parte do seleto rol de “crentes” dos quais eles já fazem parte há muito. Quanta bobagem!

Esses mesmos que se cognominam “homens de Deus”, são pastores daninhos que preferem agradar a homens. Outrora leram as palavras de Paulo, mas nunca lhes caíram ao coração: “Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? Ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.” (Gálatas 1:9-10)

Sei que existem, mas não sei onde se encontram os profetas de Deus para delatarem essas heresias que tem afluído nas igrejas, aos homens e mulheres tementes ao Senhor Jesus. Quero me juntar a eles e não irei deixar de denunciar aqui no blog toda essa falsidade cristã.

É impressionante reparar no texto de Gálatas citado acima que o apóstolo Paulo teve que ‘expor o evangelho’ que pregava aos líderes da cristandade. Em outras palavras, teve que pregar o evangelho da graça para eles.

Esse texto abaixo, escrito por Eugene H. Peterson é muito interessante e me agrada:
“Há pessoas que não querem nossa liberdade. Elas não querem que sejamos livres diante de Deus, aceitos como somos pela sua graça. Elas não querem nossa liberdade para expressar a nossa fé de modo original e criativo no mundo. Elas querem controlar-nos; querem usar-nos para seus propósitos. Elas se recusam a vier árdua e abertamente na fé, mas se juntam a alguns outros e tentam obter um senso de aprovação, insistindo que todos se pareçam, falem e ajam do mesmo modo, validando assim seu mérito mútuo. Esses indivíduos tentam aumentar em número apenas sob a condição de que os novos membros ajam, falem e se comportem como eles. Os tais se infiltram nas comunidades de fé para ‘espreitar a nossa liberdade que temos em Cristo Jesus’ e com freqüência encontram meios de controlar, restringir e reduzir a vida dos cristãos livres. Sem perceber, ficamos ansiosos sobre o que os outros dirão a nosso respeito, obsessivamente preocupados com o que os outros acham que devemos fazer. Não vivemos mais as boas-novas, mas tentamos ansiosamente memorizar e recitar o roteiro que alguém nos designou. Numa circunstância dessas podemos nos sentir seguros, mas não seremos livres. Podemos sobreviver como uma comunidade religiosa, mas não experimentaremos o que significa ser humanos, vivendo em fé e amor, expansivos em nossa esperança. O comportamento conformado e autocongratulatório não é livre. Mas Paulo diz: ‘nem ainda por uma hora cedemos com sujeição, para que a verdade do evangelho, permanecesse entre vós’. Cada indivíduo livre, que se beneficia da coragem de Paulo, irá continuar vigilante no movimento de resistência formado por ele. (Traveling light, p. 67)

Nesse movimento de resistência aos mesquinhos da fé, quero me unir a Mike Yaconelli que escreve assim:
“As pessoas mesquinhas são feias. Elas perderam a sua visão. Desviaram os olhos daquilo que importa e se concentraram, em lugar disso, naquilo que não importa. O resultado é que o resto de nós fica imobilizado com sua obsessão. Está na hora da igreja livrar-se da mesquinharia. Está na hora da igreja recusar-se a ser uma vítima dos mesquinhos. Está na hora da igreja deixar de pretender que a mesquinharia não tem importância... A mesquinharia tornou-se uma doença séria na Igreja de Jesus Cristo – uma doença que continua a resultar em casos terminais de discórdia, divisão e destruição. As pessoas mesquinhas são perigosas porque parecem ser apenas um aborrecimento em lugar do que realmente são – um risco à saúde.” (The Wittenburg Door, 1984/Jan. 1985)

Escrito e publicado aqui por Éber Stevão

domingo, 7 de fevereiro de 2010

SILAS MALAFAIA E MORRIS CERULLO, QUE VERGONHA PARA O EVANGELHO DE CRISTO!

Somando tudo, morei vários anos nos Estados Unidos da América do Norte (EUA) e assistindo o vídeo da tal "palavra profética" do Morris Cerullo dos R$ 900,00, pedindo para o povo contribuir, a fim de receber a unção da prosperidade dos "últimos dias", não há nada de diferente da mensagem pregada pelo criador desse evangelho mentiroso da prosperidade, a saber, Kenneth Hagin, e pelos seus "filhotes". Já denunciei esses falsários, encapetados, diabólicos, "farsantes" de Cristo aqui no blog em outra mensagem. Entre eles figuram Kenneth Copeland, Benny Hinn, Joel Osteen, Joyce Meyer, entre tantos outros. Aqui no Brasil as igrejas que começaram bem, mas acabaram copiando essa mentira diabólica foram Universal do Reino de Deus, RR Soares, Mundial de Deus, Sara Nossa Terra, ABBA, etc.

Morei em Dallas - Texas, e lá é um reduto formador de pessoas desse tipo, dúbios da fé e mentirosos da Palavra de Deus. Obviamente, muitos homens tementes a Deus também surgiram através do "famoso" seminário teológico de Dallas.


Assista aqui o vídeo:


Sem medo de errar e com temor do Senhor no meu coração, quero AFIRMAR e PROFETIZAR que essa profecia veio diretamente do fundo do inferno, cujo "deus" se refere ao Morris Cerullo como "meu filho" é o próprio Mamom, ou Satanás, ou diabo, ou capeta, ou deus das trevas, ou deus do inferno, ou pai da mentira. É só escolher o melhor que lhe apraz, pois são todos o mesmo. Esse vídeo é uma mistura de Nova Era, numerologia, xamanismo, paganismo, diabolismo, e outros "ismos" ligados ao inferno.

A verdade é que ficou muito ruim (ruim mesmo) para o Malafaia aparecer se associando com o Morris Cerullo, um charlatão da fé e que de homem de Deus ele não tem nada. De profeta menos ainda. Para qualquer pessoa que já morou nos EUA sabe como são esses "pastores" salafrários! Talvez o Malafaia não saiba porque nunca morou lá e portanto, achou interessante esse negócio da "unção da prosperidade", apresentando-o em seu programa da televisão.

Achei simplesmente enganadora a referência que o Malafaia faz com o texto bíblico de II Crônicas 20:20c na qual: “Crede no Senhor, vosso Deus e estareis seguros; crede nos seus profetas e prosperareis.”, referendando a palavra profética do Morris Cerullo. O contexto não é de prosperar financeiramente e sim de progredir nos caminhos do Senhor. Prosperar nos caminhos do Senhor é conhecê-Lo cada dia mais, amá-Lo cada dia mais, acima de tudo, é tê-Lo como nosso bem maior, nossa riqueza, nosso tesouro, e também compreender que não somos desse mundo e nada daqui nos pertence.

Peço encarecidamente que todos leiam o capítulo 20 de II Crônicas para entenderem exatamente do que se trata o que foi dito por Jeosafá e que contexto era aquele. Deixem que o Espírito Santo de Deus revele sua Palavra e não homens falhos cheios de ganâncias.

Não se esqueça Malafaia, que a Bíblia também diz: maldito o homem que confia no homem." (Jeremias 17:5) Você usou um texto fora do contexto para ter um pretexto do seu espúrio interesse. PARE COM ISSO MALAFAIA, está usando a Palavra de Deus para seu bel prazer! Não brinque com algo tão sério. Este é o primeiro aviso! Como você mesmo disse Malafaia: "Qualquer pastor que promete riqueza a todo mundo é pilantra, um cara de pau safado; um pilantra, ludibriador de fé", suas próprias palavras, Malafaia.

Os escândalos devem vir mesmo, pois Jesus disse que viriam nesses tempos em que estamos vivendo, mas "ai" daquele por quem vierem. (Ver Lucas 17:1)

Fica aqui meu apelo: Silas Malafaia, compreende esse "ai"? Peça perdão primeiramente ao Senhor, depois à Igreja de Jesus Cristo. Todos erram e pecam, não há problemas. Mas a diferença está naqueles que se arrependem e pedem perdão. Satanás não quis pedir perdão e há vários exemplos bíblicos similares. Ainda é tempo Pr. Malafaia; arrependa-se de onde caiu e retome humildemente os caminhos do Senhor, pois Deus não deixará impune ninguém que escandalize seu nome, muito menos você.

É isso aí. Escrito e publicado aqui por Éber Stevão