terça-feira, 5 de janeiro de 2010

PRIMEIRA MENSAGEM DE 2010

O Salmista diz assim: “Faze com que eu queira obedecer aos teus mandamentos, em vez de querer ajuntar riquezas.” (Salmo 119:36)

Penso que essa deva ser uma das verdadeiras mensagens bíblicas a ser ensinada nas igrejas evangélicas, adentrando o ano de 2010, e deve atravessar os anos até a volta de Cristo. Mas tristemente não é o que temos observado. As igrejas evangélicas estão se amoldando ao formato de liderança, gestão pessoal e organizacional ditados por uma sociedade corrompida, composta de homens gananciosos, arrogantes, mais amantes de si mesmos do que de Deus.

certamente é possível saber se uma determinada igreja está ligada com Cristo pela mensagem que prega. Quanto menos essa igreja diz: “Maranata, vem Jesus Cristo”, mais ligada a este mundo decaído ela está. Ela, a igreja, é culpada? Não, mas seus fracos líderes/pastores, que estão afastados de Deus. Esses líderes/pastores preferem pregar uma mensagem de gestão de líderes para apascentar seus prosélitos dizimistas. Pregam o “vamos expandir o reino”, só não explicitam que reino é esse. Quem sabe essas palavras soem como aquelas que os “símplices e novatos na fé” estão mais familiarizados, dando um tom mais religioso ao “negócio” - parece mais como um engodo - e análogo àquele que é pregado nas igrejas evangélicas genuínas, onde o “...ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda a criatura” (Mateus 28:19) continua sendo o atualizadíssimo mandamento de Cristo Jesus.

Aqueles, pregam de seus púlpitos com total avidez, como conquistar pessoas e como ser um líder vitorioso – é incrível ver a quantidade de livros cristãos expostos nas livrarias evangélicas; o líder eficaz, o líder ideal, 15 passos para ser um líder de sucesso, etc., etc. -, porém esquecem eles que Jesus disse “O meu reino não é deste mundo...” (Mateus 18:36). Como Jesus afirmou que só existe UM PASTOR que é ele mesmo, esses se escondem atrás de um novo substantivo: líder!

Preferem os ditames da atualidade para mostrar que são líderes/pastores atualizados e globalizados e prometem para seus fiéis que não estarão desconectados com o mundo quando se membrarem às suas igrejas/comunidades.

Até as músicas escritas e cantadas pelos “grandes” líderes da música evangélica atual são descabidas, sem qualquer contexto bíblico, apesar da parecença para dar um “ar” de cristã. Até mesmo um desses dias atrás, ouvi na rádio evangélica uma música que dizia assim: “Deus, restaura a casa caída de Davi...lá, lá, lá”. Ou esse cantor nunca leu a Bíblia e não sabe das “BOAS NOVAS” ou, quem sabe, deveria ele ser enviado pelo túnel do tempo para cantar ao povo na época de Zacarias, Malaquias ou Ageu – pela ordem cronológica.

A palavra da moda nas comunidades evangélicas agora é “aliançar”. “Você está aliançado, querido?” gostam de perguntar. Ô povinho nojento esse! Se isso é ser cristão, estou fora! Essa é mais uma fala enganosa apenas para fazer súditos, ao invés de estarem focados em ganhar almas. Jesus Cristo está para voltar, e esses líderes/pastores dessas igrejas/comunidades estão dormindo, mornos, apagados pelo Deus desse século que os cegou completamente.

Minha única e exclusiva aliança é aquela que tenho com Cristo Jesus, através do seu sangue remidor que me salva pela GRAÇA. Outra aliança qualquer é terrena e mundana. Por aqui não me pegam!

Não tenho ouvido nos últimos anos NENHUM líder/pastor orar do “seu púlpito” que está com saudades de Cristo, que anseia que Ele logo venha, que a Sua igreja está se ataviando para a chegada do Noivo, que ele deseja ir morar no lar celeste que nos está preparado! Que lamento! Lembro que na minha infância, escutava continuamente. Mas dizem que não faz bem ao coração ser saudosista...

O apóstolo Pedro pede: “Esperem a vinda do Dia de Deus e façam o possível para que venha logo.” (II Pedro 3:12a)

Que indignação me dá quando eu, você, por sermos evangélicos, crentes em Jesus Cristo, somos jogados na vala comum junto com aqueles que se dizem cristãos, mas pregam na TV, nas rádios, nos púlpitos, apenas o dinheiro. Sabe, acho que o Deus deles é mesmo mamom, pois só louvam a ele! Com o dinheiro (mamom) esses líderes/pastores afirmam que podem fazer tudo, até evangelizar o mundo, mas sem o financeiro, não podem fazer nada. Por isso, povo, “dê para a obra de Cristo”, afirmam eles. É engraçado, porque para mim fica bem claro a mensagem: “Como não tenho o Espírito Santo para gerar o poder de Deus dentro de mim a fim de realizar a obra e para obedecer aos mandamentos de Cristo, preciso de dinheiro que me dá esse poder!” “Se tiver a mídia ao meu dispor, terei poder!” Está aí, claro e límpido para quem quiser saber o qual é a mensagem atual pregada nas igrejas/comunidades “moderninhas”. Às vezes penso que esses homens/mulheres crêem assim: “Ora, quem está nas rádios, na TV, nos palcos deste mundo, é porque tem poder e Deus está com ele, mas aquele líder/pastor que não está em voga, esse é um coitadinho sem poder algum, só tem umas migalhinhas para oferecer ao povo.”

Afinal, de onde vem o poder? Que poder é esse que eles querem e estão famintos para ser possuidores?

Na minha Bíblia, que não mudou, pois contém as Palavras eternas de Deus, diz assim: “E peço ao Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai glorioso, que dê a vocês o seu Espírito, o Espírito que os tornará sábios e revelará Deus a vocês, para que assim vocês o conheçam como devem conhecer. Peço que Deus abra a mente de vocês para que vejam a luz dele e conheçam a esperança para a qual ele os chamou. E também para que saibam como são maravilhosas as bênçãos que ele prometeu ao seu povo e como é grande o seu poder que age em nós, os que cremos nele. Esse poder que age em nós é a mesma força poderosa que ele usou quando ressuscitou Cristo e fez com que ele se sentasse ao seu lado direito no mundo celestial.” (Efésios 1:17-20 – Ênfase minha)

Não existe um conflito de “poderes”? A obra não é mesmo de Deus? Então que seja Ele tudo, em tudo, por tudo, o tempo todo, para que não sejamos enganados por satanás e levados a acreditar que podemos fazer com mãos humanas o que só Deus no seu infinito poder pode realizar.

O poder que a Igreja de Jesus Cristo deve procurar é aquele dado pelo Espírito Santo de Deus, para resistir aos dias maus que estão por vir sobre a face da Terra, pois tudo será chacoalhado e só ficará em pé aquilo que não pode ser abalado, a saber, a Rocha que é Cristo e aqueles que estão firmados sobre ela.

A outra fala - modinha - dita por líderes/pastores e músicos evangélicos é “o melhor de Deus ainda está por vir para sua vida irmão”. MENTIRA! O melhor de Deus já veio, e esse melhor é o Senhor Jesus Cristo. Deus nos deu o seu melhor, o seu próprio filho unigênito para morrer na cruz pelos nossos pecados. A Bíblia está repleta de textos afirmando que o mundo está no maligno, que irá de mal a pior até os eventos finais do Apocalipse (ver Efésios 5:16; II Timóteo 3:1; Mateus 24, I João 5:19) e que os dias que virão sobre nós serão tempos trabalhosos, de dores, perseguições por amarmos e pregarmos a Cristo. Portanto, não se iluda com essas palavras malignas que fazem com que o povo corra atrás desse melhor que nunca chega, tampouco chegará.

É preciso olhar para a vida com clareza, a fim de aceitarmos o estado de realidade das coisas. Vivemos em um mundo decaído, somos atingidos diariamente e sofremos pela lei do pecado em nós. Teremos alegrias sim, mas também tristeza; novos indivíduos comporão nossas famílias, mas nossos pais e avós partirão. Uns serão mais bem sucedidos profissionalmente e materialmente, justo pagamento pelos seus esforços pessoais que lhes custarão a saúde e a paz, enquanto outros terão menos e poderão até viver melhor e mais dignamente. O sábio Salomão escreveu assim: “É melhor ser pobre e honesto do que rico e desonesto.” (Provérbios 28:6).

Vamos viver sem esperança então, desanimados, frustrados e sem alegria, sempre esperando pelo pior? Claro que não, pois Jesus, em nós, é a esperança da glória (ver Colossenses 1:27). É nele que devemos colocar toda nossa confiança e temor, pois devemos colocar nossa fé no único fundamento sólido para uma vida saudável: Jesus Cristo.

Aprender suportar pacientemente as adversidades da vida não vem das muitas palavras - sabedoria – humanas, mas de Deus, como afirma o apóstolo Paulo: “Pedimos a Deus que vocês tornem fortes com toda a força que vem do glorioso poder dele para que possam suportar tudo com paciência. E agradeçam com alegria, ao Pai, que os tornou capazes de participar daquilo que ele guardou no Reino da luz para o seu povo.” (Colossenses 1:11-12)

A nossa maior alegria deve estar fora deste mundo, precisamos olhar com olhos espirituais para aquele que é o autor e consumador da nossa fé (ver Hebreus 12:2). Pedro disse: “Alegrem-se por isso, se bem que agora é possível que vocês fiquem tristes por algum tempo, por causa dos muitos tipos de provações que vocês estão sofrendo. Essas provações são para mostrar que a fé que vocês tem é verdadeira. Pois até o ouro, que pode ser destruído, é provado pelo fogo. Da mesma maneira, a fé que vocês tem, que vale muito mais do que o ouro, precisa ser provada para que continue firme. E assim vocês receberão a aprovação, glória e honra, no dia em que Jesus Cristo for revelado. Vocês o amam, mesmo sem o terem visto, e creem nele, mesmo que não o estejam vendo agora. Assim vocês se alegram com uma alegria tão grande e gloriosa, que as palavras não podem descrever. Vocês tem essa alegria porque estão recebendo a sua salvação, que é o resultado da fé que possuem.” (I Pedro 1:6-9 – Ênfase minha)

É bom saber que junto com a provação, Deus dá o livramento, que temos momentos de lutas, mas recebemos do Pai das luzes (Tiago 1:17) momentos de refrigério. Para que a vida nua e crua se torne mais amena, Jesus nos instrui em Lucas 12:22-31 a termos confiança no Pai Celeste. O verdadeiro livramento e o refrigério são obtidos quando dependemos exclusivamente de Deus.

O que Jesus nos prometeu? Que ele estaria conosco todos os dias e é isso no que precisamos crer totalmente. Não duvide, apenas tenha fé nEle que tudo pode.

É isso aí. Que este novo ano de 2010 possa ser cheio da presença do Espírito Santo para lhe guiar nesses dias confusos e conturbados.

Escrito e publicado aqui por Éber Stevão

Nenhum comentário:

Postar um comentário