domingo, 24 de maio de 2009

UMA ANÁLISE DO LIVRO "UMA VIDA COM PROPÓSITOS" Rick Warren - Parte I

Uma Análise do Livro "Uma Vida Com Propósitos" de Rick Warren

Introdução

Por Scott Mooney

Meu nome é Scott C. Mooney. Sou somente um homem comum do condado de Coshocton, Ohio (EUA). Estou fazendo esta análise porque:um grupo de estudos de adultos foi formado em minha igreja para ler este livro, a classe de jovens da Escola Dominical que minha filha assiste está estudando este livro,a classe da Escola Cristã de meu filho de 13 anos, que está na sétima série está estudando este livro, líderes pensadores cristãos conhecidos internacionalmente (e os que por enquanto permanecem anônimos) estão respondendo a este livro com entusiasmo.

Tenho visto várias críticas a este livro na internet, mas nenhuma que demonstre como os conceitos fundamentais deste livro são diretamente contrários à essência da verdade cristã. É isto que pretendo fazer no material que coloco à disposição. ... Não vamos simplesmente mergulhar neste livro; vamos discutir este livro. “O coração do justo medita no que há de responder” (Provérbios 15:28).

Conforme publicado em seu website, Rick Warren disse, “A cristandade americana está passando por uma segunda reforma. A primeira Reforma esclareceu aquilo que cremos. Esta reforma é sobre como agimos e operamos no mundo. Ela envolve os componentes chave do propósito, descentralização, mobilização de leigos, uso da tecnologia e aprendizado contínuo. Igrejas que se adaptam estão crescendo e se tornando mais eficientes. Igrejas que se recusam a se adaptar irão perder esta reforma e estão morrendo.”

A falência da “segunda reforma” consiste no fato de que a clareza provida pela “primeira reforma” está sendo coberto de lama. O que acreditamos e o que pensamos é colocado de lado em deferência a como nos sentimos. Empregar o termo “reforma” para descrever o que está acontecendo hoje é ridículo, porque, na realidade isto é anti-reforma.

O livro de Rick Warren está varrendo este país como um tsunami. Ele é louvado, corretamente, por sua eficácia. Porém, a sua maior eficácia está naquilo que nem Warren nem seus apoiadores têm reconhecido, ou seja, na reversão daquilo que a “primeira reforma” nos legou e na corrupção da igreja. Embora Warren advirta sobre uma igreja que está morrendo, seu livro contribui materialmente para a sua consumação.

Cornélio Van Til disse, “Não é gentileza falar para pacientes que precisam de um remédio forte que não há nada sério com eles.” (C. Van Til, The Intellectual Challenge of the Gospel (O Desafio Intelectual do Evangelho) [1958, Phillipsburg, NJ: Presbyterian & Reformed, 1980] p.40). O que está sendo apresentado aqui é o remédio forte. Ele não é apresentado como uma ofensa, mas como uma gentileza ao Sr. Warren e a milhares e talvez a milhões de outros que tem sido apanhados na corrupção da verdade que está incorporada neste livro. A necessidade de arrependimento nunca é tão grande como quando ela se concentra dentro da igreja. A igreja é a igreja de Deus e Ele susterá Seu remanescente. Possa Deus conceder a muitos a graça de ver, ouvir e arrepender-se.

-------------------------------------------------------------------------------------------------
Fonte: http://purposejourney.blogspot.com

Traduzido por Levi de Paula Tavares em abril/2008, mediante autorização expressa do autor.

Escrito aqui e publicado por Éber Stevão

Nenhum comentário:

Postar um comentário